Pular para o conteúdo principal

Praia em Malmö a zero grau: delííícia!

(Ângelo e Renato, Praia em Ribesborg, Malmö, fevereiro de 2009)


O fim de semana estava bom que era uma beleza.
A temperatura? Ótima para pegar uma praia, aquela mesmo que a gente pegava no verão. E então, fomos estrear o "trenó" do Ângelo. 

Dá para brincar logo saindo de casa, no playground e qualquer lugar, mas o lugar mais bonito era Ribesborg, em frente à praia, há dez minutos de casa. Esse lugar, na verdade, é um monte de campos de futebol, verdinhos, verdinhos, no verão, onde o Renato joga com os suecos, dinamarqueses e muitos outros estrangeiros que por lá aparecem. 

O lugar é tão grande que mesmo com muitas outras crianças (nós não éramos os únicos pais malucos-corajosos-animados) brincando, a impressão era de que estávamos num lugar muuuito distante da cidade, sozinhos.

O Renato lembrou de como no Brasil o pessoal dizia que tava frio para ir à praia, porque tava fazendo só 25. Com sol o ano todo, a gente no Brasil exige mesmo muito calor para passear na praia. Uma das coisas bem legais de lugar frio é que a praia é um lugar para se ir o ano todo, curtir a natureza e estar a céu aberto. É só substituir os biquinis por umas roupinhas um pouco mais "pesadinhas" e tá tudo ótimo!

Até ontem, quando começou a chover e derreter toda a neve lindona que tava por aqui, a cidade era só branco. Hoje foi-se tudo e lembrei-me como é bom "carpe diem" enquanto ainda é tempo. 

Aqui vai uma sessão (meio longa) de fotos, inclusive porque as vovós e titias andam solicitando mais fotos do netinho aqui nesse blog.



"Bincá, papai!!!"

(Com o "Torso" ao fundo... Ângelo e Renato, Praia em Ribesborg, Malmö, fevereiro de 2009)


"A mamãe, carru!!!"

(Ângelo pedindo para a mamãe participar com ele, Praia em Ribesborg, Malmö, fevereiro de 2009)




"Uííí"!"

(Somnia curtindo o inverno adoiada, Praia em Ribesborg, Malmö, fevereiro de 2009)




(Ângelo, folgado que só!, Praia em Ribesborg, Malmö, fevereiro de 2009)


"Mamãe! Mais puchi! Ehhh"


(Agora entendi porque os cachorrinhos pucham os trenós na neve: com a neve tudo fica leve! Sônia e Ângelo, Praia em Ribesborg, Malmö, fevereiro de 2009)


"Uííí Ângelo!"

(Ângelo descendo sozinho a rampa de gelo. Deixou mãe e pai mega cuidadosos impressionados. Praia em Ribesborg, Malmö, fevereiro de 2009)


"Papai? Parô! Casa!"


("Ele já tá um meninão!". Refletiu o pai depois das peripécias do sábado. Ângelo e Renato, Praia em Ribesborg, Malmö, fevereiro de 2009)

Comentários

Érica disse…
Ele está tão grande, e lindo! Amei essa idéia de aproveitar a praia.
Anônimo disse…
Q lindas fotos.. Deve tá um frioo né!
Tenho até sudades desse frio!

Mil Bjs..

Ah Mudei de blog...
Se quiser passar por lá qualquer dia!
Nadja Kari disse…
Lindas fotos!!! ^^ E que frio, hein???
Beijoooos
Anônimo disse…
Muié

Espetáculo!!!! Vcs aproveitaram o dia certo pra brincar de trenó... no dia seguinte tava tudo derretido, né?
Pena que a Dita aqui ficou na arrumacão da casa e não curtiu os campos de futebol com vcs. Mas já valeu de ver as fotos :-)

Espero q a neve volte (com o termômetro no "zero") pra gente pode brincar mais.

beijos
Xu
Unknown disse…
Que frio!Lindas fotos!Mas o Rê,não tem jeito! Onde estão as luvas e o gorro ?
Beijos!
olhodopombo disse…
que maximo!
e eu aqui na Bahia tomei banho de agila numa praia da ilha do Gamboa....para em seguida ver o trio eletrico em Salvador....como este planeta eh maravilhoso!
Somnia Carvalho disse…
Érica e Nadja, gostaram das fotos entao? sim! o bom e poder aproveitar mesmo com esse tempo... quando eu vivia so no Brasil no calorzao nunca imaginei tantas peripecias com o frio!
Somnia Carvalho disse…
Jana fofa,
coloquei seu novo blog na minha lista.! ja conferi! ta mais bonito e dinamico, mas deixa atualizadinho sempre hem!!! rs
Somnia Carvalho disse…
Hey mamãezona Irene,

pois e! ele tava sem o gorro e as luvas na foto, mas foi porque deu um calor, mas um calor com a puchação de trenó... ce acredita???
Somnia Carvalho disse…
Muié, ce perdeu e eu fiquei ti esperando la um tempão olhando para o caminho de neve... tomara que tenhamos oportunidade! ou tomara que a temperatura suba suba e chegue logo a primavera!
Somnia Carvalho disse…
Fátimona,

trio eletrico? eh mulher animada!
eu nao consigo imaginar o que e o banho de argila! e banho de ar-gi-la mesmo???
Beth/Lilás disse…
Que brincadeira gostosa!
Ainda mais quando é feita em família!
beijos quentes cariocas

Postagens mais visitadas deste blog

"Ja, må hon leva!" Sim! Ela pode viver!

(Versão popular do parabéns a você sueco em festinha infantil tipicamente sueca) Molerada! Vocês quase não comentam, mas quando o fazem é para deixar recados chiquérrimos e inteligentes como esses aí do último post! Demais! Adorei as reflexões, saber como cada uma vive diferente suas diferentes fases! Responderei com o devido cuidado mais tarde... Tô podre e preciso ir para a cama porque Marinacota tomou vacina ontem e não dormiu nada a noite. Por ora queria deixar essa canção pela qual sou louca, uma versão do "Vie gratuliere", o parabéns a você sueco. Essa versão é bem mais popular (eu adorava cantá-la em nossas comemorações lá!) e a recebi pelo facebook de minha querida e adorável amiga Jéssica quem vive lá em Malmoeee city, minha antiga morada. Como boa canção popular sueca, esta também tem bebida no meio, porque se tem duas coisas as quais os suecos amam mais que bebida são: 1. fazer versão de música e 2. fazer versão de música colocando uma letra sobre bebida nel

Azulejos em carne viva? O que você vê na obra de Adriana Varejão?

( "Azulejaria verde em carne viva" , Adriana Varejão, 2000) Gente querida, Domingão a noite e tô no pique para começar a semana! Meu grande mural preto, pintado na parede do escritório e onde escrevo com giz as tarefas semanais, já está limpinho, com a maior parte "ticada" e apagada. Estou anotando aqui o que preciso e gostaria de fazer até o fim desta semana e, entre elas, está finalizar a nossa apreciação da obra de Adriana Varejão , iniciada há dias atrás. Como podem ver eu não consegui cumprir o prazo que me dei para divulgação do post final, mas abri mão de me culpar e vou aproveitar para pensar mais na obra com vocês. Aproveito para convidar quem mora em São Paulo a visitar a exposição da artista, em cartaz no   MAM , Museu de Arte Moderna, no Parque Ibirapuera, com entrada gratuita e aberta ao público até 16 de dezembro deste ano. ("Parede com incisões a La Fontana", Adriana Varejão, 2011) Para "apimentar" a dis

O que você vê nesta obra? "Língua com padrão suntuoso", de Adriana Varejão

("Língua com padrão suntuoso", Adriana Varejão, óleo sobre tela e alumínio, 200 x 170 x 57cm) Antes de começar este post só quero lhe pedir que não faça as buscas nos links apresentados, sobre a artista e sua obra, antes de concluir esta leitura e observar atentamente a obra. Combinado? ... Consegui, hoje, uma manhã cultural só para mim e fui visitar a 30a. Bienal de Arte de São Paulo , que estará aberta ao público até 09 de dezembro e tem entrada gratuita. Já preparei um post para falar sobre minhas impressões sobre a Bienal que, aos meus olhos, é "Poesia do cotidiano" e o publicarei na próxima semana. De quebra, passei pelo MAM (Museu de Arte Moderna), o qual fica ao lado do prédio da Bienal e da OCA (projetados por Oscar Niemeyer), passeio que apenas pela arquitetura já vale demais a pena - e tive mais uma daquelas experiências dificilmente explicáveis. Há algum tempo eu esperava para ver uma obra de Adriana Varejão ao vivo e nem imaginava que