03 agosto 2008

Nada melhor do que um dia após o outro. Nada melhor do que o verão após o inverno...

(Eu, entregue à farra ontem, no Parque Aquático Tosselilla. Foto: Renato Cechetti, Suécia, julho de 2008)



Amanhã


Amanhã!
Será um lindo dia
Da mais louca alegria
Que se possa imaginar

Amanhã!
Redobrada a força
Prá cima que não cessa
Há de vingar

Amanhã!
Mais nenhum mistério
Acima do ilusório
O astro rei vai brilhar

Amanhã!
A luminosidade
Alheia a qualquer vontade
Há de imperar!
Há de imperar!

Amanhã!
Está toda a esperança
Por menor que pareça
Existe e é prá vicejar

Amanhã!
Apesar de hoje
Será a estrada que surge
Prá se trilhar

Amanhã!
Mesmo que uns não queiram
Será de outros que esperam
Ver o dia raiar

Amanhã!
Ódios aplacados
Temores abrandados
Será pleno!
Será pleno!

(Guilherme Arantes)



(Alguns cantos mágicos do Parque Tosselilla. Foto: Somnia Carvalho, Suécia, julho, 2008)


Eu sempre gostei muito do Guilherme Arantes e de suas composições, desde minha adolescência... mas, ontem e hoje, eu me lembrei especialmente dessa música. E nem sei se o Guilherme era considerado cabeça ou popular demais, para a crítica da época, mas, para mim (que continuo apaixonada por ser brega), foi e continua sendo pura poesia... 

Hoje a temperatura já mudou por aqui: está mais baixa e o tempo chuvoso... Por isso, apesar de ser bom pensar que o tempo cura tudo e esperar que amanhã sempre seja um dia mais bonito e mais ensolarado, também é bom conseguir ver poesia no dia de hoje e vivê-lo gostosamente, enquanto o amanhã não vem...

Um domingo muito poético para vocês também!
...

* ouça e veja o vídeo dessa música no link de canções, ao lado direito deste blog.

4 comentários:

Lilás disse...

Eita coisa boa! Aproveitar um domingo de sol é um privilégio.

Guilherme Arantes também fez parte da minha juventude e eu simplesmente o adoro. Dizem que ele é aqui de Nikiti, mas eu nunca o vi pessoalmente.
E esta música é simplesmente o ó!
beijos cariocas

Somnia Carvalho disse...

Lilás,

muitas coisas nos unem!!! rs...
mas eu, que sou lerda pra caramba pras gírias, fiquei em dúvida sobre o que é ser um "ó"

ó do borogodó???

Eveline disse...

Oi amiga Somnia
Também amo essa música, lembra tempo de alegria e esperança.
Teu blog continua lindo.
Beijos

Somnia Carvalho disse...

Querida Eveline!

Bom saber que está aí do outro lado da linha... e ainda mais que, assim como eu, você curte ouvir o nosso Guilherme Arantes! ótima segunda pra você e desculpa a demora em responder o comentário... foi a correria da semana! beijao