13 agosto 2008

"You are the dancing queen..."


(Sábado passado, na discoteca domiciliar da minha amigona Xu-Muié, onde a gente se sentiu as "Dancing Queen" da noite, comemorando o aniversário dela, Malmö, agosto de 2008)

Ontem, foi a segunda vez que fui ao cinema na Suécia. Eu e mais uma comitiva de seis mulheres fomos juntas ver o filme "Mamma Mia", aqui em Malmö. Baseado no famoso musical de mesmo nome, o filme conta uma história que foi toda construída a partir da trilha sonora do ABBA. 

E, apesar de eu nem ser fã de musical, nem de comédias, "Mamma Mia" já sai valendo a pena porque traz quase todas as melhores músicas do inesquecível grupo sueco. O filme é basicamente para se ouvir e sonhar em sair pelas Discotecas dançarolando...

Da mulherada que tava comigo, quatro eram brasileiras (Ângela, Xu, Cristina e Mônica), uma alemã, Nikol, e uma sueca-alemã, Nina. A gente fez festa do começo ao fim e nos sentimos as "Dancing Queen" da noite. E, tal como a Meryl Streep e suas amigas no filme, parece que toda mulher já brincou de ser vocalista de um grupo como ABBA, já pegou o shampoo e fez de microfone e morreu de rir ou chorar junto com as mulheres mais chegadas de sua vida.

Eu me lembrei de amigas queridas que conheci ainda na Universidade, Lud, Daníssima, Wal, Dri, Érica e outras, com quem eu peguei o guarda-chuva e fingi ser uma star italiana ou sueca. Por outro lado, foi muito especial ver que encontrei aqui essas amigas com quem posso dividir momentos tão ridicularmente deliciosos, como os de ontem.

Foi ainda mais especial a nossa situação. Das sete, cinco são mães e as que não fizeram  malabarismos para pôr os bebês no berço ou dar de comer antes de sair, trabalharam o dia todo e saíram correndo pro encontro. Todas havíamos contado com o super apoio dos maridos para ter esse momento feminino e sabiam do valor de estarmos ali juntas.

A gente riu feito criança e dançou pelas ruas de Malmö. E pra finalizar, teve choro, muuuito choro da Nina, a única sueca que vi chorando até hoje. Ontem foi aniversário dela e porque a gente cantou parabéns em português, inglês, sueco várias vezes e porque, desde que sua bebê de dois anos nasceu, ela tenta ter esse espaço pra ela, mas não conseguia, ela chorou e agradeceu.

Talvez para uma outra pessoa uma saída seja apenas uma saída, mas não acho que foi nosso caso ontem. Quando a gente se casa tem que lutar para manter um laço de sociabilidade com os amigos e o mundo, mas ainda é bem tranquilo. O difícil mesmo é conseguir manter essse espaço, não perder a identidade, depois de ser mãe, ou pai, e ter tanta responsabilidade. E você precisa de um pouco mais de vontade e esforço quando vive num lugar onde metade do ano faz frio e neva...

De modos que, talvez por isso, ontem a noite foi muito mais que isso pra mim e para as minhas amigas da Comitiva da Esperança. E provavelmente por essas mesmas razões, a gente combinou tornar esses encontros mais frequentes e motivar os maridíssimos a fazerem o mesmo entre eles. 

Pensando com os meus botões eu acho que sair em Grupo do Bolinha ou da Luluzinha, se divertir falando bobeira e voltar feliz pra casa, de vez em quando, faz um bem danado à saúde, à auto estima e à admiração que o outro - marido ou mulher - tem pela gente.

Ah! eu tava me divertindo tanto que esqueci de tirar fotos, mas já tinha separado as que estão neste post para falar de amizade, de sentir-se feliz da vida, quando a gente pode ser a gente mesma na companhia de amigos queridos.


* Abaixo, a letra da contagiante "Dancing Queen" e do lado direito do blog, um vídeo super nostálgico com o grupo. Pegue o pote de catchup ou o cabo da vassoura e se transforme na "Dancing Queen" de hoje...

...


Dancing Queen

"Friday night and the lights are low
Looking out for the place to go
Where they play the right music, getting in the swing
You come in to look for a king
Anybody could be that guy
Night is young and the musics high
With a bit of rock music, everything is fine
Youre in the mood for a dance
And when you get the chance...

You are the dancing queen, young and sweet, only seventeen
Dancing queen, feel the beat from the tambourine
You can dance, you can jive, having the time of your life
See that girl, watch that scene, dig in the dancing queen

Youre a teaser, you turn em on
Leave them burning and then youre gone
Looking out for another, anyone will do
Youre in the mood for a dance
And when you get the chance...

You are the dancing queen, young and sweet, only seventeen
Dancing queen, feel the beat from the tambourine
You can dance, you can jive, having the time of your life
See that girl, watch that scene, dig in the dancing queen"

...


9 comentários:

Lilás disse...

"You are the dancing queen, young and sweet, only seventeen" yeah, yeah!

Menina, cantei aqui toda a letra que vc deixou.
Que maravilha! Momentos assim são preciosos, dádivas divinas que recebemos e que devemos agradecer na hora de ir prá cama.
Mulheres adoram este tipo de encontros e diversões e até mesmo "las gringas" gostam, mas para elas devem ser bem mais difícil se soltarem, porém quando isto acontece, vão ao delírio ou choram coo sua querida amiga.
Lindo e vibrante post.
beijo carioca

Lilás disse...

Ah, e não vejo a hora desse filme passar aqui no Brasil, porque vou correndo e pretendo levar amigas também, para sentir este mesmo prazer que você.
Valeu a dica!

Anônimo disse...

Muié,
Foi realmente tudodebom.com nossa "balada" de clube da Luluzinha!!! Precisamos fazer isso + vezes... nem é tão difícil assim (será?). Acho que deveríamos eleger Dancing Queen a trilha sonora da nossa vida aqui na Suécia... que tal?
Amei o texto sobre a amizade! Agredeco sempre a Deus por ter encontrado vc aqui na Suécia e por ter tornado sua amiga... e vice-versa. Estes momentos ficarão para sempre na memória.

Ah, as fotos ficaram ótimas! Também coloquei uma dessas no meu álbum virtual.

Beijos
Xu

Eveline disse...

Oi Somnia, tudo bem?
Eu amo o ABBA, lembra minha infancia, lembra alegria e dança.
Comprei um DVD deles e toda vez que preciso de algo para alegrar a alma eu assisto, nostalgia pura.
Bom final de semana e teu blog como sempre esta lindo.
Beijos
Eveline

Lúcia Soares disse...

Sônia, sou mineira, moro em Belo Horizonte, e ando lendo blogs pelo mundo todo. Encantada com cada pessoa que "encontro".Apaixonei-me por blogs e ando em via de criar o meu. Prazer ter encontrado você!

Somnia Carvalho disse...

Lilás,

ce ouviu a versão antigona que coloquei no blog? e linda demais!!!

voce e toda energia!!! queria poder conhece-la quando estivesse no Brasil!! ou quando voce vier pra zoropa! beijos

Somnia Carvalho disse...

Querida Muié,

desculpa pela demora da resposta... a gente parece mulhé maluca...se encontra o tempo todo na ginastica, no festival e fica mandando comentario uma pra outra! haha.. pra dizer a verdade: adoro!!!

porque voce ta desse mesmo lado e acaba me falando coisas super legais de alguem que vive o mesmo!

então! A-MEI NOSSO ENCONTRO!

E claro! dancing queen poderia ser a nossa musica!!!

sem contar que a abertura de Rocky Balboa ia bem tambem...

Somnia Carvalho disse...

Eveline!

ta vendo! a gente tem mesmo tudo em comum! TAmbem tenho umc d do ABBA há tempos!!! e de vez em quando faço festa aqui com ele! eu sozinha!

rs...

um beijo enorme e muita energia ABBA pra voce!
hoje ouvi lá no Festival e foi muito bom!

Somnia Carvalho disse...

Lúcia,

seja bem vinda!

ter um blog é muito bom em muitos aspectos! voce vai ver! não consegui entrar no seu nome, nao sei se voce ja criou o seu ou nao... mas continue dando noticia que a gente troca ideia, figurinha e tudo o mais!!!

beijo enorme!