Pular para o conteúdo principal

Amanhã começa o horário de verão na Suécia



Não faça igual o bonitão da foto! Não fique perdido no que fazer quanto ao horário de verão que começa amanhã, dia 29 de março.

Ele, claro! não lê o Borboleta, mas você que lê sabe que a Europa, incluindo a Suécia, adiantará todos os relógios para aproveitar melhor o dia que tem começado cedo.

Isso porque, no papel, o inverno chegou ao fim. Uma coisa óbvia de ser compreendida, já que, pasmem! Hoje o tempo está ótimo, fazendo 9 graus lá fora! Um calor de rachar mamona!

A gente vai precisar adiantar o relógio em uma hora. Então, bonitão, preste atenção: ao invés de ser meia noite, por exemplo, você deve botar seu relógio em uma hora a frente: 00:00h passa a ser 01:00h. Você vai perder uma hora amanhã no encontro com a namorada, mas vai poder acordar enquanto o sol ainda não esteja tão forte.

Com o horário de verão a diferença de tempo entre o Brasil e nós fica de 5 horas e não mais de 4 como até hoje, então eu lastimo perder uma hora para falar com a família, mas eu fico feliz que ao menos no relógio o inverno esteja acabando.

Até 25 de outubro a gente faz um rebolado para encontrar com vocês que ficam dormindo até mais tarde ok?

Hasta la vista baby!

Comentários

olhodopombo disse…
9 graus?
que beleza!
aqui em João Pessoa,na Paraiba deve estar uns 35 graus.....
ando viajando, fiz a minha mudança para Cacheira e vim a Recife e João Pessoa, visitar meus pais e minha filha e neta, os pais em Pernambuco e a filha com a neta na Paraiba.
Minhas aulas começarão em 13 de abril e não sei quando podia viajar ,,,,
mas o Brasil esta muito interessante para viajar....
Janaina disse…
menos 1 hr de conversa com o meu escolhido!
:(

bjs
Somnia Carvalho disse…
Fatima, que lindo!

voce falando assim eu fico pensando nas musicas do luiz gonzaga... nao tem uma do rio pernambuco, algo assim???

quando suas aulas começarem, nao deixe de me manter informada sobre o curso!!! to curiosa!
Somnia Carvalho disse…
pobre Janinha!

falar com a mae a gente ate consegue de dois em dois dias, mas com o escolhido ne? ja e mais dificer...

Postagens mais visitadas deste blog

"Ja, må hon leva!" Sim! Ela pode viver!

(Versão popular do parabéns a você sueco em festinha infantil tipicamente sueca) Molerada! Vocês quase não comentam, mas quando o fazem é para deixar recados chiquérrimos e inteligentes como esses aí do último post! Demais! Adorei as reflexões, saber como cada uma vive diferente suas diferentes fases! Responderei com o devido cuidado mais tarde... Tô podre e preciso ir para a cama porque Marinacota tomou vacina ontem e não dormiu nada a noite. Por ora queria deixar essa canção pela qual sou louca, uma versão do "Vie gratuliere", o parabéns a você sueco. Essa versão é bem mais popular (eu adorava cantá-la em nossas comemorações lá!) e a recebi pelo facebook de minha querida e adorável amiga Jéssica quem vive lá em Malmoeee city, minha antiga morada. Como boa canção popular sueca, esta também tem bebida no meio, porque se tem duas coisas as quais os suecos amam mais que bebida são: 1. fazer versão de música e 2. fazer versão de música colocando uma letra sobre bebida nela. Nest

Mãe qué é mãe mesmo...

(Picasso, Mãe e criança, 1921) Mãe qué é mãe mesmo... Já deu uma de cientista e foi até o quarto do bebê só para checar se ele respirava. Já despencou de sono em cima dele, feito uma galinha morta, enquanto amamentava. Já caminhou pela casa na ponta dos pés, como uma bailarina, só para não acordar o pimpolho. Mãe qué é mãe mesmo... Já perdeu a conta das mamadas e esqueceu qual o peito deveria dar. Já deu oi pro lindo rapaz que dormia ao seu lado e dormiu antes de continuar a conversa. Já adquiriu habilidades múltiplas como comer com uma mão só e fazer xixi com o bebê no colo. Mãe qué é mãe mesmo... Ama e odeia, ama e odeia. Às vezes chora e muitas vezes sorri. É ao mesmo tempo carrasca e heroína. Mãe... é uma garota crescida com uma boneca de verdade nos braços. Precisa de atenção e carinho tanto quanto seu brinquedo.

Azulejos em carne viva? O que você vê na obra de Adriana Varejão?

( "Azulejaria verde em carne viva" , Adriana Varejão, 2000) Gente querida, Domingão a noite e tô no pique para começar a semana! Meu grande mural preto, pintado na parede do escritório e onde escrevo com giz as tarefas semanais, já está limpinho, com a maior parte "ticada" e apagada. Estou anotando aqui o que preciso e gostaria de fazer até o fim desta semana e, entre elas, está finalizar a nossa apreciação da obra de Adriana Varejão , iniciada há dias atrás. Como podem ver eu não consegui cumprir o prazo que me dei para divulgação do post final, mas abri mão de me culpar e vou aproveitar para pensar mais na obra com vocês. Aproveito para convidar quem mora em São Paulo a visitar a exposição da artista, em cartaz no   MAM , Museu de Arte Moderna, no Parque Ibirapuera, com entrada gratuita e aberta ao público até 16 de dezembro deste ano. ("Parede com incisões a La Fontana", Adriana Varejão, 2011) Para "apimentar" a dis