02 agosto 2011

Na Suécia também não tem... como fazer piquenique com vinho, nem com cerveja, nem com...

(Na França não existe piquenique sem vinho, já na Suécia..., foto: Wine Tasting, Vineyards, in France)

Não consegui resistir a este post depois de ler o comentário da minha nova leitora, Claudia Ellero, no post "Na Suécia também não tem... problema de pisar na grama", e vim parar neste aqui.

Ela fala que viu "um casal muito chique sentado numa toalha, tomando vinho em taças e degustando queijinhos", no Jardim Botânico de São Paulo, e aí eu me lembrei de um detalhezinho triste na história dos piqueniques na Suécia. Se havia muita grama e autorização para nelas se sentar e fazer piqueniques, coisa rara no Brasil, também havia suco nos piqueniques. Ou leite, porque os suecos adoram tomar leite na refeição.

Bebida alcoólica em espaços públicos na Suécia não combinam. Isso porque, como eu já falei algumas vezes antes, o país há alguns anos criou várias leis para coibir o uso de álcool, inclusive pelos altos índices de pessoas dependentes ou de problemas causados por conta da bebida.

A proibição é dura e você pode ouvir uns desaforos de alguém se este perceber que você está carregando bebida e usando da bebida onde não deve.

Num piquenique não pode tomar bebida alcoólica na Suécia? Não!
Na praia não pode tomar bebida? Não!
Na pracinha da Igreja? Não!
Num point estilo Bobódromo, onde todo mundo estaciona carro e fica vendo quem passa? Não! Ah! esqueci! Na Suécia não existe Bobódromo!

Então como é que você comia lagostin enchendo a cara com os velhinhos suecos nas festas da época de lá?

Explico: apenas em algumas situações a bebida é tolerada. Ela não chega a ser "liberada" oficialmente, mas como milhares de pessoas se comportam como se não estivessem nem aí para a regra naquele dia, então tudo vai bem. Exemplo disso são os festivais de lagostin etc.

Numa ocasião, fomos mais para o norte, em Varberg, uma cidadezinha famosa por suas termas e nudismo nas praias, há algumas décadas, também vimos muita gente fazendo piquenique e bebendo na praia. Era um consenso: dava 5 da tarde o povo todo passava nos supermercados e ia caminhando para as pedras das praias com muito vinho na sacola. Polícia? Tudo tranquilo.

Os locais menos tolerados são aqueles em que há muitas crianças.

Fora ocasiões ou lugares muito especiais não! Na Suécia você não pode (ou ao menos não deve) fazer piquenique chique no jardim público com a namorada ou namorado, com os amigos e amigas e ficar tomando vinho como você poderia e deveria fazer se estivesse, por exemplo, em Paris! A não ser que você disfarce num copinho de plástico, enrole a garrafa num saco de pão e dê uma de "Migué" para os suecos verem. Pode até passar. O que não vai passar é a vontade de celebrar com uma cesta linda e uma garrafa maravilhosa de vinho à mostra. Isso dá para fazer propriedade privada lá ou, se for no Brasil, num parque público sem nenhum problema. Só falta achar um que não lhe proibam de sentar na grama...

É... já diziam mesmos os Rolling Stones o que eu também já havia percebido antes, ainda na Suécia: "You can't always get what you want... :=(

6 comentários:

Kenth Lundgren disse...

nao tem , porque e proibido por lei de beber em lugares publicos, com algumas exepcoes , o kräftskiva do Malmö, sabe o lei fica esticado quando combina com as ideas dos politicos. mas se ler o paragrafo do lei! beber no kräftskiva do Malmö tambem e contra lei e pode dar multa ou algum dia no cana.

Mas se o politicos proibe essa tradicao, eles estao cometindo suicidio do carrera deles, ai vai hehe

Lúcia Soares disse...

Sônia, nem sei se é bom ou ruim proibir bebida nos parques, jardins, etc. São lugares onde supostamente haverá muitas crianças circulando.
Adulto (agora começando mais cedo...) têm o hábito de ligar lazer a bebida. No Brasil, pelo menos.
Quando ouço ou leio alguma figura pública dizer que não faz uso de bebida alcoólica nunca (ex.: Roberto Justus, pra citar um homem), fico encantada.
Minha família é toda de bebedores, alguns com exagero. Não associo diversão a beber, de jeito nenhum.
Adoro um vinho, uma cerveja, agora os prossecos, mas bebo quando quero, não tenho necessidade, não bebo por hábito.
Pic nic significa integração com a natureza, não acho que combine com álcool. Mas se for onde não tem criança, beba quem quiser.
Por experiência própri, acho que beber perto de criança é um hábito destruidor. Ou eles se tornarão bebedores, ou terão uma relação de ódio com a bebida (como uma amiga minha), por sofrerem na pele conviver com quem bebe.
Enfim, acho que lazer ao ar livre e bebida alcoólica são meio discrepantes...
(já que gosta de uma "discordância", lá vou eu...rsrsr)
Beijo!

Beth/Lilás disse...

Também acho que não tem muito a ver bebidas alcoólicas em praças, jardins ou qualquer lugar em que a gente vai para se envolver com a natureza, embora uma taça de vinho ou champagne daria um tom romântico se fosse um encontro entre namorados ou amantes.
Mas a verdade é que aqui em nuestro país qualquer liberalidade neste sentido pode ocasionar sérios problemas com os bebuns contumazes.
E eu achei uma idéia 'supimpa' (cruz credo, que palavra mais véia!) fazer um pic nic no Jardim Botânico. Vamos?
beijitos cariocas

Lu Souza Brito disse...

Oi Somnia,

Não acho que seja ruim proibir as bebidas alcoolicas em parques.
Estou de acordo com a Beth e a Lucia.
Beijoo

Somnia Carvalho disse...

Pessoarrrr,

o Kenth, meu amigo sueco falou ai em cima e legitimou o que euzinha disse sobre a proibicao... Pra terem uma ideia eu fucei muuuito procurando no google qualquer grupo, pessoa que tivesse postado uma foto fazendo piquenique por la e eu achasse alguma bebida... nenhuma! rs...

eu não acho que precisa ter bebida, vinho pro piquenique ser bacana! eu amoooo fazer piquenique entao eu me divirto sempre! e na suecia ceis lembram como eu amava! mas eu me lembrei que muitas vezes em comemoracoes especiais, ou num fim de tarde magnifico, tipo, o sol se pondo la pelas 10 da noite, a gente ali em frente a praia com os amigos e... que vontade de abrir um vinhozinho...

era tao natural nao ter bebida que eu nem mesmo me lembrava de carregar... isso nao quer dizer que outros amigos nao carregassem, mas eram discretissimos... pra falar a verdade, pouquissimos amigos carregavam... rs

uma beijoca!

Mari disse...

Aqui no Canadá também não pode beber em lugar publico. Eu particularmente acho bom, mas porque não bebo, eu sei.
O que nao impede das pessoas levarem bebida em garrafa de refrigerante... obvio!!!

bjs