22 março 2010

Menino ou Menina?



Gente boa,

Andei e ando ocupada com o workshop que será na quarta agora.
Andei e ando ansiosa com isso, mas mais ainda com o ultrassom que farei amanhã de manhã.

Com ele saberei muito sobre a saúde do bebê e também seu sexo.
Na Suécia é bem comum que as mulheres esperem até o nascimento da criança para saber o sexo. Aliás, quando cheguei eu achei que fosse a maioria, porque só conhecia mulheres que não queriam saber se estavam grávidas de meninos ou meninas. Agora vejo que há muitas que querem saber antes, tal como eu.

A idéia de não saber o sexo vem de que haveria um desejo oculto e preferência por esse ou aquele gênero. E isso, aos olhos de muitos, é um preconceito antes mesmo da criança nascer.

Eu respeito. Acho que é sim horrível quando uma criança nem sequer tem o direito de ser aquilo que é. No meu caso, estou mesmo curiosa, assim como estive na primeira vez, porque saber o sexo me ajuda a estabelecer um elo com a criança. Tratá-la como aquilo que ela é... Não como "o bebê", que me parece um tanto distante demais.



Saber se é menina, menino, pensar seu nome e como está crescendo aqui dentro agora. Pensar como será nós quatro juntos, me ajuda a começar essa relação agora pra mim é muito mais importante do que se o bebê é menino ou menina.

Pra mim ele ou ela já é uma pessoa com quem quero estreitar ainda mais esse relacionamento que já comecei.

Agora mais que isso eu estou mesmo é aflita para passar esse período de mais incertezas. Saber se tudo está bem, se o bebê cresce saudável é o que me deixa mais na expectativa.

De qualquer jeito, como estou de 14 semanas, espero ter também o sexo amanhã... a não ser que a criaturinha resolva fechar as pernas!

3 comentários:

Luciana Håland disse...

Näo esqueca de contar pra gente, estou curiosa demais.
Pensei que o post era pra dar palpite, quando vi o título.
Eu acho que é menina.
Conta conta!!!!!
Beijo e tudo de bom pra vocês, espero que tudo dê perfeito com a ultra amanhã.

Fabi disse...

Independente do sexo, que venha com muita saúde e lindíssimo como o Ângelo!
Beijão!

novavidanovelhomundo disse...

Eu também não sei se eu aguentaria de curiosidade não... acho elas muito contidas aqui, e ainda consegue deixar pra comunicar uma gravidez já lá pelos seus 3 meses! Pra mim é uma grande diferenca cultural.
Ouví dizer mesmo que muita barnmorska não gosta de contar o sexo e não conta! 'Sur' foi a palavra que uma sueca usou pra descrever a reacão delas. rs