Pular para o conteúdo principal

O mesmo de um ângulo um tanto mais largo..


(Festa Lagostinha, eu, Ângelo, Kenth, Ângela dançando e Gus se matando de comer lagostinha, vídeo feito no Malmöfestivalen, agosto de 2009)

Pessoal,

Que bom que alguns de vocês viram e gostaram do primeiro vídeo!

Fui revê-lo e percebi que não dá para fazer muuita idéia da população sueca, já que quase todos que apareceram no primeiro viveram algumas boas primaveras. Eles estão fofos naquele primeiro vídeo, mas nesse dá perceber que tem muita gente jovem tombém.

Além disso, a moçoila aqui aparece com Angelinho bastante neste outro vídeo e aparece também o senhorzinho fofo de quem falei antes. Aquele que tem 70 e poucos, corre maratonas, tem uma empresa e sabe o que é site e blog. 

Aqui mais um com uma música mais animadinha, como eu imaginei passar no primeiro post e com uns suecos, eu diria, meio costas largas, se é que as meninas solteiras de plantão me entendem... Tudo bem que não dá para ter uma idéia total, mas dá para ver o potencial da juventude sueca...

Ops! Eu-se-me-esqueci que quem filmou foi meu marido lindão e que ele, a cada três meses, passa por esse blog! uiui! mas é para que vocês tenham uma idéia mais abrangente do pedaço, embora também haja material para os homens leitores tombém..

Ótima sexta e início de fim de semana! Espero ainda voltar por aqui até domingo!

Beijocas! e muita dança aí para vocês também! "Agora vamu lá que eu tô sem tempo!"

Comentários

Lúcia Soares disse…
Rsrsrsrsrsr O Ângelo se esbaldou, junto com você! Festa é festa, contagia mesmo!
Beth/Lilás disse…
Éannnnnnn, muito bom tudo isso!
Molherada solteira, antenem-se, tem sueco bonito na Suécia! rsss
bjs cariocas e lindo final de semana!
Mari disse…
É legal participar destas festas e aprender um pouco mais sobre o país. Eu nunca comi lagosta: não sei porque mas tenho um pouco de pena delas;talvez porque sejam vendidas vivas no supermercado.

Espero que vc tenha se divertido muito em paris e tenha uma boa semana.

bjs
Somnia Carvalho disse…
Sim Lucia Angelinho adora uma festa! danca e com ele!
Somnia Carvalho disse…
Sim Betona, molerada solteira!
foi pra elas que passei o video, a gente lambe com a testa... embora eu nao deva falar aqui porque e tema pra outro post: os suecos sao devagar, timidos que so e nao tomam iniciativa de jeito nenhum! aia!
Somnia Carvalho disse…
Mariena tambem tenho pena e sinto culpa... como sinto culpa de comer carne, mas ai como amo carne e mais facil que comer a lagosta...

um dia ainda quero ser vegetariana! mas e dificil demais ainda...

paris foi otimo! ainda falo mais!

Postagens mais visitadas deste blog

"Ja, må hon leva!" Sim! Ela pode viver!

(Versão popular do parabéns a você sueco em festinha infantil tipicamente sueca) Molerada! Vocês quase não comentam, mas quando o fazem é para deixar recados chiquérrimos e inteligentes como esses aí do último post! Demais! Adorei as reflexões, saber como cada uma vive diferente suas diferentes fases! Responderei com o devido cuidado mais tarde... Tô podre e preciso ir para a cama porque Marinacota tomou vacina ontem e não dormiu nada a noite. Por ora queria deixar essa canção pela qual sou louca, uma versão do "Vie gratuliere", o parabéns a você sueco. Essa versão é bem mais popular (eu adorava cantá-la em nossas comemorações lá!) e a recebi pelo facebook de minha querida e adorável amiga Jéssica quem vive lá em Malmoeee city, minha antiga morada. Como boa canção popular sueca, esta também tem bebida no meio, porque se tem duas coisas as quais os suecos amam mais que bebida são: 1. fazer versão de música e 2. fazer versão de música colocando uma letra sobre bebida nel

Mãe qué é mãe mesmo...

(Picasso, Mãe e criança, 1921) Mãe qué é mãe mesmo... Já deu uma de cientista e foi até o quarto do bebê só para checar se ele respirava. Já despencou de sono em cima dele, feito uma galinha morta, enquanto amamentava. Já caminhou pela casa na ponta dos pés, como uma bailarina, só para não acordar o pimpolho. Mãe qué é mãe mesmo... Já perdeu a conta das mamadas e esqueceu qual o peito deveria dar. Já deu oi pro lindo rapaz que dormia ao seu lado e dormiu antes de continuar a conversa. Já adquiriu habilidades múltiplas como comer com uma mão só e fazer xixi com o bebê no colo. Mãe qué é mãe mesmo... Ama e odeia, ama e odeia. Às vezes chora e muitas vezes sorri. É ao mesmo tempo carrasca e heroína. Mãe... é uma garota crescida com uma boneca de verdade nos braços. Precisa de atenção e carinho tanto quanto seu brinquedo.

O que você vê nesta obra? "Língua com padrão suntuoso", de Adriana Varejão

("Língua com padrão suntuoso", Adriana Varejão, óleo sobre tela e alumínio, 200 x 170 x 57cm) Antes de começar este post só quero lhe pedir que não faça as buscas nos links apresentados, sobre a artista e sua obra, antes de concluir esta leitura e observar atentamente a obra. Combinado? ... Consegui, hoje, uma manhã cultural só para mim e fui visitar a 30a. Bienal de Arte de São Paulo , que estará aberta ao público até 09 de dezembro e tem entrada gratuita. Já preparei um post para falar sobre minhas impressões sobre a Bienal que, aos meus olhos, é "Poesia do cotidiano" e o publicarei na próxima semana. De quebra, passei pelo MAM (Museu de Arte Moderna), o qual fica ao lado do prédio da Bienal e da OCA (projetados por Oscar Niemeyer), passeio que apenas pela arquitetura já vale demais a pena - e tive mais uma daquelas experiências dificilmente explicáveis. Há algum tempo eu esperava para ver uma obra de Adriana Varejão ao vivo e nem imaginava que