Pular para o conteúdo principal

A Vera, minha prima, chegou de mala e cuia por aqui

(Eu e meu all star no meio da areia do parquinho do Ângelo, Malmö, abril de 2009)


Esse será nosso terceiro verão aqui, mas acho que nem o tempo mata essa surpresa incrível que é a chegada da Primavera. 

Em vários países europeus a prima já tinha dado o ar da graça, mas nas Escandinávias ela acaba chegando sempre mais tarde

O que é engraçado é que mesmo a gente sabendo da vinda e estando tão ansioso por ver flores e verde e ar fresco com o sol, a mudança é sempre tão radical, tão rápida que a gente parece ter acordado no futuro. Ou no passado. 


(No meio do caminho tinha... um pedacinho do mar. Caminho entre a nova casa e a escolinha no centro de Malmö, abril de 2009)

Há exatos dois dias atrás várias árvores no caminho de casa e alguns arboredos aqui em frente eram só galinhos com uns brotinhos calados. Hoje, ao fazer meu caminho de bike, tudo tava tão tão florido que eu fico cantarolando sozinha. Literalmente. Eu canto maior alto, porque além de tudo os suecos adoram música brasileira e mesmo com minha voz de taquara rachada eu nem dou bola...


(No meio do caminho tinha... um mini árvore maravilhosa. Caminho entre a nova casa e a escolinha no centro de Malmö, abril de 2009)

Está tudo TOMMM lindo, tão cheio de vida. É tudo tão amarelo, cor de rosa, verde de todos os tons que dá uma alegria tamanha.

Isso também é uma das explicações e desculpas de porquê eu não tenho conseguido escrever os posts do blog. Além da super mudança (da qual ainda restam umas 8 caixas no meu quarto) tem esse desejo de ficar fora o dia todo. Até o Angelito que não é bobo sai da escolinha e só quer passar de parquinho em parquinho, quer parar na praia, quer ir pra areia, pegar Joaninha no dedo...

("Mamãe, pára!" "Não, mamãe" vóta, páquinho". Os pedidos do Ângelo em cima da bicicleta, desde que a prima chegou, Malmö, abril de 2009)


(No meio do caminho tinha... muita joaninha. Caminho entre a nova casa e a escolinha no centro de Malmö, abril de 2009)

Sabe que eu adoro vocês, mas a minha prima, a Vera, ela é tão legal que eu tô até sem tempo de dar bola pra vocês, embora eu esteja com uns 50 posts na cabeça desde semana passada...

Descurpa! É que a Vera é super animada e eu sou super "volúver!"

Comentários

Érica disse…
Lindas as fotos! Nem me fale de All Star, estou com um super calo no pé por conta dele. Primeira vez na vida que fui usar e deu nisso.
Beth/Lilás disse…
Lindão seu All Star, mas baixinha que nem eu fica horrorível!

Menina, o sol aí demora a se pôr!
Nove da noite é que ele baixa, que coisa!
Eu se fosse você ficava o tempo todo olhando na direção dele, absorvendo-o bastante, já que quando chega o invernão ele quase que some, né!

O ateliê ficou muito fofis e adorei a cadeirinha colorida, assim como o livro da Frida que também tenho um. Num lugar assim, as inspirações vão brotar sempre nesta cabecinha que já é tão criativa em idéias e vida.

Muitas felicidades aos três gatinhos.

bjs cariocas
olhodopombo disse…
muito lindas as fotos,
enquanto a sua prima vera chega ai,
eu aqui estou entrando pelas portas da universidadem, fazendo um curso ultra interessante, de MUSEOLOGIA e com muitos textos sociologicos e filosoficos para ler...
e a chuva caindo la fora eh propicia para as leituras...
estava sem internet,
mudança de casa/cidade, etc...
mas estava com saudades das leituras....
e como foi o resultado das atividades relacionadas as obras de arte?
olhodopombo disse…
muito lindas as fotos,
enquanto a sua prima vera chega ai,
eu aqui estou entrando pelas portas da universidadem, fazendo um curso ultra interessante, de MUSEOLOGIA e com muitos textos sociologicos e filosoficos para ler...
e a chuva caindo la fora eh propicia para as leituras...
estava sem internet,
mudança de casa/cidade, etc...
mas estava com saudades das leituras....
e como foi o resultado das atividades relacionadas as obras de arte?
Lúcia Soares disse…
E eu li tudinho esperando ver a foto da sua prima..Juro!!! Tô doida! Rsrsrsr
Muito linda a paisagem à sua volta. Pena que o tempo mude tão radicalmente aí, com as estações. Se pudesse ser assim o ano inteiro, seria muito próximo do paraíso, né?
Tenho bloga agora, viu? Apareça.
Você sabe que eu também tenho uma prima chamada Vera? e que ela também está me visitando? e que eu também tenho uma Cherry bloonson perto de mim, no caso no meu quintal?
E que também tenho ficado muito tempo lá fora?
Ou seja os brasileiros em qualquer lugar do mundo gostam das mesmas coisas, rs.
Enjoy
Luciana disse…
Somnia,que legal que a primavera chegou por aí. Eu também fico nessa de 'preguica' de vir pro computador, porque a explosõ de cores, de flores, do verde nas árvores, de sol brilhando, de gente caminhando pra cima e pra baixo, criancas brincando, tudo isso lá fora me atrai pra curtir o dia e também deixo o computador de lado, mas aí registro com a máquina as belezas que vou encontrando e faco posts com fotos, daí não preciso escrever tanto, e não abandono o blog, kkkk
Essa sua nova morada deve tá tudo de bom.
Curta muito a visita da sua prima,

Beijo
Anônimo disse…
Ah,ha,ha ei Somnia! te dou muita razão! tá tudo muito lindoo!! é o paraíso, é difícil de acreditar que até alguns dias atrás tudo era só gelo!
Aqui onde moro no Pará, é chuva de manhã e a noite, depois faz um sol escaldante e depois chuva de novo! loucura total! por causa disso estou meio gripada :'(
adorei as fotos, são maravilhosas!!!

Bjossss
Dri disse…
Oi Sô,

Hahaha! Qdo comecei a ler o texto pensei: "nunca soube dessa prima da Sônia e ela vai conhecer o apartamento antes de mim???!!!". Hahahaha.

As fotos são lindas, esse lugar parece locação de filme do Woody Allen. Parabéns e tudo de bom pra vocês na nova morada!

Bjs,

Dri
Lúcia Soares disse…
Ahahahahah A Adriana "me salvou". Não fui eu a única distraída! A prima Vera quase tomou forma humana!
Mariel Stupp disse…
Serà que tem alguém que aprecie mais a Prima Vera do que quem mora aì no gelo? No verao mesmo parece que o paìs muda de lugar e de povo, tudo fica tao leve, as pessoas comunicativas, etc... adoro, e vou chegar aì no auge!!
Janaina disse…
Nossa o Angêlo tá super fofo, cresceuu!! Bjus Sô.
Anônimo disse…
Menina! Que coincidência louca! Minha prima vera também chegou... seriam elas a mesma pessoa?!?!? (rs)
Tirando a brincadeira... to contigo e não abro. Essa tal de primavera aqui é algo mágico! Não me canso de olhar e repetir "ai que lindo!".

Vamos aproveitando enquanto a "nossa" prima está por perto.

Bjos
Xu
Anônimo disse…
hahahha...Eu realmente pensei q fosse uma prima sua...
As fotos estao lindas...deve ser muito legal depois de tanta neve um encontro com a " Prima" heheheh
Bjusss
Cati
Somnia Carvalho disse…
Gente linda,

que pena! tem tanto comentário legal aqui, mas eu não vou conseguir responder todos!

desde que me mudei ainda restam umas 10 caixas que tenho tentado organizar, sem contar todas aquelas coisas que se precisa instalar numa casa nova...

ta uma delicia, mas da trabalho e voces ja sabem que embora eu pareca uma dondoca de perna pro ar a vida na colorida suecia e danada de corrida...

tive uma semana cheia de provas, mas volto logo pra ser mais legal com gente tão legal que nemquioceis!

Postagens mais visitadas deste blog

"Ja, må hon leva!" Sim! Ela pode viver!

(Versão popular do parabéns a você sueco em festinha infantil tipicamente sueca) Molerada! Vocês quase não comentam, mas quando o fazem é para deixar recados chiquérrimos e inteligentes como esses aí do último post! Demais! Adorei as reflexões, saber como cada uma vive diferente suas diferentes fases! Responderei com o devido cuidado mais tarde... Tô podre e preciso ir para a cama porque Marinacota tomou vacina ontem e não dormiu nada a noite. Por ora queria deixar essa canção pela qual sou louca, uma versão do "Vie gratuliere", o parabéns a você sueco. Essa versão é bem mais popular (eu adorava cantá-la em nossas comemorações lá!) e a recebi pelo facebook de minha querida e adorável amiga Jéssica quem vive lá em Malmoeee city, minha antiga morada. Como boa canção popular sueca, esta também tem bebida no meio, porque se tem duas coisas as quais os suecos amam mais que bebida são: 1. fazer versão de música e 2. fazer versão de música colocando uma letra sobre bebida nel

Mãe qué é mãe mesmo...

(Picasso, Mãe e criança, 1921) Mãe qué é mãe mesmo... Já deu uma de cientista e foi até o quarto do bebê só para checar se ele respirava. Já despencou de sono em cima dele, feito uma galinha morta, enquanto amamentava. Já caminhou pela casa na ponta dos pés, como uma bailarina, só para não acordar o pimpolho. Mãe qué é mãe mesmo... Já perdeu a conta das mamadas e esqueceu qual o peito deveria dar. Já deu oi pro lindo rapaz que dormia ao seu lado e dormiu antes de continuar a conversa. Já adquiriu habilidades múltiplas como comer com uma mão só e fazer xixi com o bebê no colo. Mãe qué é mãe mesmo... Ama e odeia, ama e odeia. Às vezes chora e muitas vezes sorri. É ao mesmo tempo carrasca e heroína. Mãe... é uma garota crescida com uma boneca de verdade nos braços. Precisa de atenção e carinho tanto quanto seu brinquedo.

O que você vê nesta obra? "Língua com padrão suntuoso", de Adriana Varejão

("Língua com padrão suntuoso", Adriana Varejão, óleo sobre tela e alumínio, 200 x 170 x 57cm) Antes de começar este post só quero lhe pedir que não faça as buscas nos links apresentados, sobre a artista e sua obra, antes de concluir esta leitura e observar atentamente a obra. Combinado? ... Consegui, hoje, uma manhã cultural só para mim e fui visitar a 30a. Bienal de Arte de São Paulo , que estará aberta ao público até 09 de dezembro e tem entrada gratuita. Já preparei um post para falar sobre minhas impressões sobre a Bienal que, aos meus olhos, é "Poesia do cotidiano" e o publicarei na próxima semana. De quebra, passei pelo MAM (Museu de Arte Moderna), o qual fica ao lado do prédio da Bienal e da OCA (projetados por Oscar Niemeyer), passeio que apenas pela arquitetura já vale demais a pena - e tive mais uma daquelas experiências dificilmente explicáveis. Há algum tempo eu esperava para ver uma obra de Adriana Varejão ao vivo e nem imaginava que