30 julho 2008

"Sombra e água fresca": tô assando a 30 graus...



Eu sempre disse à minha mãe que, apesar de no Brasil não fazer frio de verdade, ela sente frio porque as casas não são preparadas para isso. Sem aquecimento, paredes e janelas fortes o frio entra e é como se estívessemos no meio da rua. Por isso, a sensação de 15 graus é de um frio danado! E por isso eu fico muito bem aqui, com -10 lá fora, quando estou dentro de casa...

Mas esses dias eu pensei que a recíproca também é verdadeira: a temperatura por aqui está extremamente alta para os padrões escandinavos. Segundo minha amiga sueca, Paulina, está quente como não foi há muitas e muitas décadas atrás. 

Tem chegado a picos de 35 graus durante o dia, fora e também dentro de casa, porque, contrariamente ao Brasil, as casas aqui não estão preparadas para aguentar o calor.

Todos os dias tenho escancarado todas as janelas da casa e não é suficiente... A gente se sente assando e a solução é ficar nos parques, embaixo das árvores, ou na praia, onde a brisa é fresca e a gente sente que, ao menos, está aproveitando o sol antes que o inverno chegue...

É o que tem feito a suecada toda lotar praias e praias...

...

Outra coisa curiosa foi ontem, no ônibus... Ao entrar, procurei me sentar com Ângelo do lado que todo mundo estava, porque deduzi que seria o lado onde eu não pegaria sol... Errei! todo mundo se senta no sol, mas eu... brasileira, gosto mesmo é de sombra e água fresca...


Nenhum comentário: