14 junho 2010

Ando muito a pensar em despedida...


("Encontros e Despedidas", Milton Nascimento)


Encontros E Despedidas

"Mande notícias
Do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço
Venha me apertar
Tô chegando...

Coisa que gosto é poder partir
Sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar
Quando quero...

Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega prá ficar
Tem gente que vai
Prá nunca mais...

Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai, quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar
E assim chegar e partir...

São só dois lados
Da mesma viagem
O trem que chega
É o mesmo trem
Da partida...

A hora do encontro
É também, despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar
É a vida desse meu lugar
É a vida...

Lá lá Lá Lá Lá...

A hora do encontro
É também, despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar
É a vida desse meu lugar
É a vida..."


3 comentários:

Camila Hareide disse...

Primeiro foi a Mariel, agora você... Essa música sempre me traz lágrimas. Primeiro, porque simbolizou um pedaço da minha aborrescência, depois porque um pedação da minha vida foi assim, de encontros e despedidas... Toda vez que ouço penso na culpa por partir, mas melhor ainda era poder voltar quando quisesse... Sei lá, entende?

Mas ainda não havia conseguido escutá-la inteira por causa do "Tem gente que vai
Prá nunca mais..." porque ainda é muito recente...

Enfim, Sonildes, é mais um capítulo que se encerra dando início ao próximo! Que também será lindão!

beijo enorme

Beth/Lilás disse...

Querida Sonia,
Imagino como anda sua cabecinha, seu coração, mas vai dar tudo certo, tenha fé e força.
bjs cariocas

Antonieta disse...

Gosto muito da letra desta musica.

"Tem gente que chega prá ficar
Tem gente que vai
Prá nunca mais"

Me emociono muito com esse verso, é sutil mais me faz lembrar de muitas pessoas.
Abraços,
Antonieta