Pular para o conteúdo principal

Boas e más notícias, quais vão primeiro?

"Em perfeito equilíbrio, Guyer Salles

As más:

1a. Pegamos o tal virus "influenza", danado de ruim, e passamos muito mal essas duas semanas. Eu, Ângelo e Renato. Até perdemos uns quilinhos... Por aqui, o problema não é passar frio, é ficar no escuro e doente. 

2a. Fiquei sem condição de responder os comentários na semana que passou.

3a. O blog não poderá ser atualizado com tanta frequência nas próximas semanas, porque a Dona Barbuleta aqui vai alçar vôo para o Brasil, de férias.

4a. Não sei se terei internet lá, entonces, vou tentar postar aquelas sensações impossíveis de não serem colocadas, através da rede de algum bom samaritano.


As boas:

1a. Estamos melhor, passou aquelas sensaçõezinhas suaves e adoráveis, tais como diarréia louca, vômito, ânsia, tontura e dor no corpo parecendo que ia morrer. E como perdemos um pesinho dá para chegar mais elegante no Brasil veronil pra pôr os biquinis sem tanta verguenza. Agora eu e Ângelo estamos parecendo duas dragas malucas, comendo desesperadamente. Ele, muito mais do que eu! Gracias a Dios!

2a. Respondi todos os comentários da semana que passou agora há pouco e agradeço muito quem me escreve coisas tão legais e partilha o que sente e pensa. O blog fica muito mais interessante (que ele seja interessante eu já tô deduzindo sozinha...)

3a. Vou estar "mais perto" de muitos de vocês e sentir quase a mesma temperatura, então, poderei ter material para escrever posts menos suequinhos. Além disso, vou poder comer tudo do bão e do melhor, ai que delícia! e não gastar uma hora para se arrumar pra sair de casa.

4a. Se eu não tiver internet e não puder escrever muitos posts, eu prometo que mando uma energização tremenda da praia, do barzinho, da rede, de onde eu estiver pra todo mundo aqui!


Um beijo e esse ainda não é o último post da semana! 
Tem mais depois sobre o Natal sueco, que eu consegui curtir um pouquinho hoje, enquanto comprava os últimos presentinhos da família. Escreverei entre uma mala e outra, mas nom me voi sem dar Feliz Natal...

-

Comentários

Anônimo disse…
Muié,

Fiquei muito feliz ao saber que vcs todos estão bem... principalmente ao ouvir Angelito falando "mais, mais!"; quando te liguei hoje na hora do seu almoco.
Agora, posso dizer que vou sentir muuuuito sua falta aqui em Malmö durante estas suas férias de marajá nos trópicos (hehehe). Mas a gente vai dar um jeito de tomar uns chopps juntas em Sampa! :-)

Beijos
Xu
Anônimo disse…
Caramba,,, então o Angelo aquele dia estava apenas comecando a ficar dodoi? Ai vc e o Renato tbm ficaram dodois? Devem ter sofridos né?
mas q bom que estao bem agora!!
Pq vcs têm uma viajem longa a fazer!!
Quero ver vc antes da sua viajem..
Nossa, nem sei o q teria sido de mim sem suas dicas aqui na Suécia... vc me ajudouuu tantoo,,, sou MUITOO agradecida!!
Uma grannde amiga eu ganhei, e um sobrinhoo la la llaa!!

Beijos flor!!
T disse…
Boas férias! :)
Anônimo disse…
Hej Somni....

Boa viagem! aproveita nosso Brasil! Qdo voltar tras um pouco de "luz é sol"
Ha det så bra!
God Jul!
Kram
Lucy
http://morar-na-suecia.blogspot.com
Beth/Lilás disse…
Borboleta Branca,

Caramba, os três doentes deve ter sido uma barra!
Coisas desse tipo quando acontecem longe da mãe e dos familiares é que são difíceis prá se contronar morando tão longe.

Já vi que são bem protegidos por aquele lá de cima. Agora, façam isso mesmo, comam direitinho prá recuperar as energias que gastarão andando prá lá e prá cá neste Brasil veronil e, larga disso de achar que precisa emagrecer prá entrar num biquini, você sempre foi muito hermosa! haha

bjs e aguardaremos mais notícias.
Somnia Carvalho disse…
Pessoal,

depois daquela gripe foi so saude no brasilzao!

beijocas!

Postagens mais visitadas deste blog

"Ja, må hon leva!" Sim! Ela pode viver!

(Versão popular do parabéns a você sueco em festinha infantil tipicamente sueca) Molerada! Vocês quase não comentam, mas quando o fazem é para deixar recados chiquérrimos e inteligentes como esses aí do último post! Demais! Adorei as reflexões, saber como cada uma vive diferente suas diferentes fases! Responderei com o devido cuidado mais tarde... Tô podre e preciso ir para a cama porque Marinacota tomou vacina ontem e não dormiu nada a noite. Por ora queria deixar essa canção pela qual sou louca, uma versão do "Vie gratuliere", o parabéns a você sueco. Essa versão é bem mais popular (eu adorava cantá-la em nossas comemorações lá!) e a recebi pelo facebook de minha querida e adorável amiga Jéssica quem vive lá em Malmoeee city, minha antiga morada. Como boa canção popular sueca, esta também tem bebida no meio, porque se tem duas coisas as quais os suecos amam mais que bebida são: 1. fazer versão de música e 2. fazer versão de música colocando uma letra sobre bebida nel

Mãe qué é mãe mesmo...

(Picasso, Mãe e criança, 1921) Mãe qué é mãe mesmo... Já deu uma de cientista e foi até o quarto do bebê só para checar se ele respirava. Já despencou de sono em cima dele, feito uma galinha morta, enquanto amamentava. Já caminhou pela casa na ponta dos pés, como uma bailarina, só para não acordar o pimpolho. Mãe qué é mãe mesmo... Já perdeu a conta das mamadas e esqueceu qual o peito deveria dar. Já deu oi pro lindo rapaz que dormia ao seu lado e dormiu antes de continuar a conversa. Já adquiriu habilidades múltiplas como comer com uma mão só e fazer xixi com o bebê no colo. Mãe qué é mãe mesmo... Ama e odeia, ama e odeia. Às vezes chora e muitas vezes sorri. É ao mesmo tempo carrasca e heroína. Mãe... é uma garota crescida com uma boneca de verdade nos braços. Precisa de atenção e carinho tanto quanto seu brinquedo.

O que você vê nesta obra? "Língua com padrão suntuoso", de Adriana Varejão

("Língua com padrão suntuoso", Adriana Varejão, óleo sobre tela e alumínio, 200 x 170 x 57cm) Antes de começar este post só quero lhe pedir que não faça as buscas nos links apresentados, sobre a artista e sua obra, antes de concluir esta leitura e observar atentamente a obra. Combinado? ... Consegui, hoje, uma manhã cultural só para mim e fui visitar a 30a. Bienal de Arte de São Paulo , que estará aberta ao público até 09 de dezembro e tem entrada gratuita. Já preparei um post para falar sobre minhas impressões sobre a Bienal que, aos meus olhos, é "Poesia do cotidiano" e o publicarei na próxima semana. De quebra, passei pelo MAM (Museu de Arte Moderna), o qual fica ao lado do prédio da Bienal e da OCA (projetados por Oscar Niemeyer), passeio que apenas pela arquitetura já vale demais a pena - e tive mais uma daquelas experiências dificilmente explicáveis. Há algum tempo eu esperava para ver uma obra de Adriana Varejão ao vivo e nem imaginava que