Pular para o conteúdo principal

Decoração com inspiração sueca

(Sala dos meus sonhos, idéia da revista sueca Hus & Hem)

Daqui um mês devemos nos mudar para um novo apartamento, há apenas algumas quadras de do atual. Família maior pede mais espaço e vida nova pede um novo início.

Então adivinhem qual o assunto que anda rondando minha cabecinha de vento, 25 horas por dia? Sim! Decoração! Fico pensando como vou decorar aqui, ali, em como vou ajeitar tudo por lá. E como vou arrumar dindinha para fazer tudo também, of course!, mas isso são 3 minutos, o resto é...

Entre as idéias, os sites e blogs (decor8) que visito a respeito percebo o quanto meu universo agora sofre influência da decoração de interior sueca e também dinamarquesa. E uma das coisas as quais eu adorava na Suécia era ter acesso a móveis descolados e bonitos por preços muito bons.

A maravilhosa e baratíssima Ikea cujo dono espalhou filiais por quase o mundo todo, mas não no Brasil ainda, é um excelente exemplo. Em São Paulo percebo que minha antiga opção, a Tok Stok, ficou sem graça! É cara e não há muita variação. Na Etna há alguma variedade, mas ainda assim nem a qualidade, nem a beleza valem o que pesam.

É curioso perceber também que, fora exemplos em boas revistas de decoração, ou daqueles que entenden do assunto, nós ainda temos uma idéia muito senso comum sobre o que seja decoração clean ou moderna, como se a ausência de cor representasse isso.


(Quarto contemporâneo sem ser chato e branco, na Sköna Hem)

Passeando por um shopping de decoração com preço mais acessível em são Paulo, o que era sucesso na Suécia, quando cheguei lá há 4 anos, chegou e agora é exaustivamente repetido em cada vitrine, como os grandes lustres de cristal ou vidro - como aquele meu que peguei do lixo do meu ex-vizinho em Malmö e continuo amando - e os sofas com estampas florais, como os daquela minha chaise longue, da Ilva.

Muitas decorações que se pretendem modernas são sisudas, falta uma casualidade a qual a decoração de interiores escandinava sabe fazer bem.


(Quarto infantil, simplicidade e bom gosto podem caminhar juntos, Sköna Hem)

Uma poltrona confortável, com uma manta colorida em cima, ao lado de uma estante de livros, velas coloridas aqui e ali, luminárias discretas ou coloridas em mesinhas, substituindo a iluminação do teto são coisas das quais não consigo mais abrir mão na decoração da casa... Impossível não desejar essa atmosfera!

Decorar é representar sua personalidade na decoração da casa e quando vejo as revistas de decor aqui no Brasil sinto como os ambientes são sempre perfeitinhos demais. Tão perfeitos que não parece viver gente real ali. Tome como exemplo os jardins. Estão sempre com a cara de receber visita semanal de jardineiro, com todas aquelas podas quadradinhas em formatinhos, como aquela vilinha do fantasioso filme "Edward, mãos de tesoura".


(O "faça você mesmo" e a informalidade são marcas da decoração sueca, Sköna Hem)

Bom, se você tem curiosidade ou deseja tentar decorar sua casa com uma pitada de design escandinavo aproveite para dar um passeio por essas duas revistas aqui: Hus & Hem e Sköna Hem, esta com dicas para decorar vindas da região onde morávamos e a qual Malmö pertence.

E se você tem aí na sua casa um cantinho do qual se orgulhe muito e sente que reflete a personalidade de quem vive no local, mande um foto para borboletapequeninanasuecia@gmail.com, com nome e descrição do ambiente, que vou adorar publicar aqui num post especial sobre o assunto, mas mande até 31 janeiro. E como sempre diz o Ângelo no final das frases: Combinado?

Comentários

Lúcia Soares disse…
"Decorar é representar sua personalidade na decoração da casa".
Sônia, minha casa não tem decoração nenhuma! rsrrs
Cadê minha personalidade, então?
Vou fazer um post, agora, sobre isso!
Bj
Lu Souza Brito disse…
Oi Sonia,

Então somos duas pensando 25 horas em decoração. No meu caso, em reforma TOTAL de uma casa recém comprada e claro, a decoração, já que esta será minha primeira casa de verdade (minha).
Gostei do post. Vou dar uma olhadinha nos links. E olha só, meu último post fala exatamente sobre este tema.
Um abraço
Beth/Lilás disse…
Amada Brabuleta!
Pois eu gostaria de ter uma casa assim também, principalmente cheia de cores, algo tipo Frida Kahlo, misturada de artesanatos locais ou importados. adoro ambientes alegres com misturas florais e tapetes, luz indireta, muito abajour pelos cantos e flores, claro, sempre flores nos vasos. Gosto de materiais de demolição com toque moderno e alguns objetos antigos misturados aos atuais.
Também vivo sonhando (ainda) com novas decorações, cada vez mais clean, minimalista, pois acho que apartamento é um lugar que quanto mais coisa você coloca, fica parecendo menor e mais enjaulados ficamos. Já uma casa não! Você pode expandir idéias e espalhar coisas pelos cantos.
Mas, você tem o maior bom gosto e acredito que ficará um show de apartamento e principalmente refletindo sua personalidade alegre como sempre.
beijocas cariocas
Caramba! Eu adoro mudar! Organizar! Reorganizar! No meio do turbilhao que sao as festas de fin-de-ano, Natal e Ano Novo estava eu mudando de casa... para 314m de distancia... rsrsrsrsr! mas eu queria muito, tanto que foi meu pedido de presente natalino! Ainda bem que o maridao autorizou! rsrsrsr! Assim, agora, estou imensamente mais feliz. A outra casa havia sido escolhida por email (meu marido na Tailandia e eu no Brasil)... nao dava para sentir a "alma" da casa. Entao, qdo vi esta que estamos agora, e o potencial que ela tinha, nao resisti e insiti ate conseguir!
valeu!
Faria tudo de novo! Embora pudesse ter pago uma "lipo" no lugar de mudar de casa!
Mas acho que nao estaria tao feliz... rsrsrsrsrs!
La no Blog, UMA ESPOSA EXPATRIADA, tb trago assuntos de organizacao de residencia (tema que adoro!) e algumas fotos... especialmente do... QUARTO DE BRINQUEDOS que e' sempre meu xodo'. Vou te mandar umas fotros, OK?
Meu abraco e muito prazer em conhecer-te!
Ah! Esqueci de dizer: "Decorar é representar sua personalidade na decoração da casa e quando vejo as revistas de decor aqui no Brasil sinto como os ambientes são sempre perfeitinhos demais. Tão perfeitos que não parece viver gente real ali(...)".
Concordo com vc. Mas nao e' so' nas revistas que isso acontece, nao! tem o oposto dasquelas pessoas desapegadas demais, que fazem a casa como aquelas de revista e vc nao sente nada qdo entra bnelas: nao tem vida, nao tem alma. parece que ninguem mora la'!
A minha, modestia a parte, esta' (quase) sempre bem arrumada, mas temm vida por todos os lados! rsrsrssr!
Mil bjs!
Dani disse…
Olá, Somnia, prazer!

Acho que a grande diferença da decoração no hemisfério norte é mesmo o papel que a casa tem na vida das pessoas, influenciado pelas temperaturas e pela luz. Em lugares mais escuros e frios, as pessoas vão querer decorações em cores algres, cosntrastantes e diferentes, e terão muitos livros e objetos, coisa e tal. São culturas diferentes. No Brasil, a tendência e para o despojado e para o "clean", devido ao calor e às pessoas viverem mais na rua.
Uma boa dica, no seu caso, seria procurar lojas de moveis antigos, restaurados ou não, principalmente nas regiões da Vila Madalena, da Benedito Calixto etc.
Essa originalidade que procura pode ser criada por você, em contrastes entre o moderno e o antigo, o comum e o inusitado.
boa sorte!
abs,
"Decorar é representar sua personalidade na decoração da casa e quando vejo as revistas de decor aqui no Brasil sinto como os ambientes são sempre perfeitinhos demais. Tão perfeitos que não parece viver gente real ali"

disse tudo! aqui na frança dividimos, marido e eu, uma casa com outras oito pessoas. pra que todo mundo se agrade, o espaço comum eh simples, e nos quartos, cada um faz o que quer, claro. ainda assim, tenho vontade de ter meu proprio espaço, escolher minha propria mesa, cadeira, abajur... um dia chegamos la. por enquanto, fico vendo sem necessidade os blogs de decoraçao :)
Oi! Voltei! tirei varias fotos do QUARTO DE BRINQUEDOS que sempre foi meu xodo'! Vou te mandar por email. mas como e' muita coisa (risos) acho que vou fazer uma colagem E pensei... que tal se eu postasse la' no BLOG no mesmo dia que vc (fazendo um link pra ca') sobre DECOR??? No meu caso e' tb "como organizar brinquedos" (risos).
Que tal?
Bjka! E... muito prazer!
Mariana Andrade disse…
ola, gostei muito do seu blog já estou seguindo. Sou arquiteta e designer de interiores e fiz um blog tbm há nao muito tempo ( desde dezembro praticamente) lá postei poucas coisas, mas a ultima coisa que postei foi sobre estilo clean - pra tirar duvidas da maioria das pessoas que me perguntam... enfim, vou deixar aqui o endereço depois da uma olhadinha lá. bjs e parabens!
http://www.marianaandrade.com

Postagens mais visitadas deste blog

"Ja, må hon leva!" Sim! Ela pode viver!

(Versão popular do parabéns a você sueco em festinha infantil tipicamente sueca) Molerada! Vocês quase não comentam, mas quando o fazem é para deixar recados chiquérrimos e inteligentes como esses aí do último post! Demais! Adorei as reflexões, saber como cada uma vive diferente suas diferentes fases! Responderei com o devido cuidado mais tarde... Tô podre e preciso ir para a cama porque Marinacota tomou vacina ontem e não dormiu nada a noite. Por ora queria deixar essa canção pela qual sou louca, uma versão do "Vie gratuliere", o parabéns a você sueco. Essa versão é bem mais popular (eu adorava cantá-la em nossas comemorações lá!) e a recebi pelo facebook de minha querida e adorável amiga Jéssica quem vive lá em Malmoeee city, minha antiga morada. Como boa canção popular sueca, esta também tem bebida no meio, porque se tem duas coisas as quais os suecos amam mais que bebida são: 1. fazer versão de música e 2. fazer versão de música colocando uma letra sobre bebida nel

Mãe qué é mãe mesmo...

(Picasso, Mãe e criança, 1921) Mãe qué é mãe mesmo... Já deu uma de cientista e foi até o quarto do bebê só para checar se ele respirava. Já despencou de sono em cima dele, feito uma galinha morta, enquanto amamentava. Já caminhou pela casa na ponta dos pés, como uma bailarina, só para não acordar o pimpolho. Mãe qué é mãe mesmo... Já perdeu a conta das mamadas e esqueceu qual o peito deveria dar. Já deu oi pro lindo rapaz que dormia ao seu lado e dormiu antes de continuar a conversa. Já adquiriu habilidades múltiplas como comer com uma mão só e fazer xixi com o bebê no colo. Mãe qué é mãe mesmo... Ama e odeia, ama e odeia. Às vezes chora e muitas vezes sorri. É ao mesmo tempo carrasca e heroína. Mãe... é uma garota crescida com uma boneca de verdade nos braços. Precisa de atenção e carinho tanto quanto seu brinquedo.

O que você vê nesta obra? "Língua com padrão suntuoso", de Adriana Varejão

("Língua com padrão suntuoso", Adriana Varejão, óleo sobre tela e alumínio, 200 x 170 x 57cm) Antes de começar este post só quero lhe pedir que não faça as buscas nos links apresentados, sobre a artista e sua obra, antes de concluir esta leitura e observar atentamente a obra. Combinado? ... Consegui, hoje, uma manhã cultural só para mim e fui visitar a 30a. Bienal de Arte de São Paulo , que estará aberta ao público até 09 de dezembro e tem entrada gratuita. Já preparei um post para falar sobre minhas impressões sobre a Bienal que, aos meus olhos, é "Poesia do cotidiano" e o publicarei na próxima semana. De quebra, passei pelo MAM (Museu de Arte Moderna), o qual fica ao lado do prédio da Bienal e da OCA (projetados por Oscar Niemeyer), passeio que apenas pela arquitetura já vale demais a pena - e tive mais uma daquelas experiências dificilmente explicáveis. Há algum tempo eu esperava para ver uma obra de Adriana Varejão ao vivo e nem imaginava que