Pular para o conteúdo principal

Update: sobre os outros blogs e o 2010 da Borboleta

(Eu, na casa da amiga Flávia, num dos trabalhos que "estava fazendo", no gerúndio infinito deste ano, mas que não terminei por conta da falta de tempo... muitos projetos para 2010...)

Pessoal,

Divulguei há pouco tempo o endereço de dois outros blogs meus, mas senti a necessidade de mudar endereço, cara e tudo o mais, depois do workshop que dei e depois de mais uma pessoa me pedir umas pinturas para comprar.

A idéia desse fim de ano, depois de encerrar o curso do SFI (suecos para estrangeiros) que eu estava fazendo e me virar com a língua é de me dedicar ano que vem a aperfeiçoar meu inglês, que eu vi que dá para o gasto, mas que precisa de uns toques para dar os workshop que pretendo. Ensinar é fichinha para mim, mas em português. Em inglês eu ainda patino e, embora eu saiba que domino o assunto, as palavras que digo precisam confirmar isso.

Aprender sueco foi fantástico! Sinto que o aprendizado da língua local me faz entender melhor o que vivo, as pessoas que conheço e é essencial em alguns casos, como ontem quando tive uma reunião na escolinha do Ângelo com a professora e entendi uns 98% do que ela falou, além de poder perguntar, questionar etc. Nas escolinhas (ao menos na que vou) elas fazem questão de não falar inglês com a gente, embora elas saibam. A verdade é que muitas entendem o inglês, mas não se sentem fluentes, daí que você pergunta e elas respondem em sueco. Tive a impressão que elas meio que forçam para que eu fale a língua que meu filho fala na escola... esse foi meu julgamento. Por essas razões todas, vou continuar o sueco num nível avançado, mas apenas durante duas horas por semana e não mais 4 horas todos os dias como fiz este ano.

Além disso, vou abrir aquela empresa no meu nome o que torna a coisa um pouco mais séria e viável. Quero continuar o curso de cerâmica que adorei e que me ajuda a pensar a arte em outras esferas e pintar... pintar e, aí, tentar vender. Não há como vender telas se não me dedico horas pintando.

Então, meu novo blog, onde pretendo incluir apenas os trabalhos e deixar para contato é:

painting and decoration

Exclui dois outros e mantive aquele de fotos, atualizei a apresentação e as imagens. Nele, pretendo manter as paisagens mais marcantes de cada canto que passamos. Não está em ordem cronólogica. Vou inserindo conforme me lembro da foto, inclusive porque temos um arquivo de umas 8 mil fotos aqui.

Se quiserem viajar com a gente visitem:



Sejam sempre bem vindos em qualquer um desses meus cantos.
Ah! inseri os links no alto do canto direito do blog para ajudar na localização, quando tiverem a fim de conferir o que rola por lá.

Comentários

Dona Flor disse…
Já coloquei os novos sites nos favoritos! Ah, tirei as "letrinhas" que você odiava nos comentários do meu blog. Então, seja bem-vinda para comentar mais e mais! hahaha
Beijos
Olá Flor do dia!

Quantas boas novidades!!

Vou conhecer seus outros blogs!

beijos!!
Unknown disse…
Somnia,
Seus trabalhos são lindos! Amo pintura! Parabéns pelo talento.
beijos
lola aronovich disse…
Que lindo ficou o blog com as suas obras! Se minha mãe não visitar eu vou brigar com ela... Quem sabe ela se motiva a organizar as obras dela num blog também? Porque criar é importante, claro, mas é preciso organização pra expor as obras. Parabéns, Somninha, e espero que vc consiga vender muitas obras.
Rita disse…
Oi, Somnia!

Venho aqui falar da maravilha que está sendo o contato com gente nova por causa do concurso da Lola e olha ela aí!

Muuuito obrigada pela visita e pelo carinho, viu? Eu também fiquei morrendo de vontade de bater papo!! Vou responder seu comentário por lá mais tarde (agora tô meio correndo).

Então você é uma artista!! Que delícia. Vou visitar seus outros blogs com certeza. Olha, eu acompanho um outro blog de uma garota brasileira que mora na Suécia, não sei se você conhece: o Montanha Russa, da Fabriani. Ela também tem um filhinho que há pouco começou a frequentar escola por aí. Sei lá, de repente vocês teriam figurinhas a trocar.

A gente vai se falando...

Beijos!!
Rita
Anônimo disse…
Oi de novo!
Nao sei se é a lerdeza do meu computador ou o "peso" do site, mas as fotos do site novo nao abriram pra mim!
Sobre sueco, eu acho importantissimo aprender! Nao sei como tem gente que mora uma vida em um paìs sem dominar a lìngua, e nao pretendo ser uma delas. A Suécia pra mim tem outra cara agora que leio jornais, websites...
E Somnia, queria te fazer uma pergunta, pra qual nao achei resposta em sites oficiais nem quiseram me responder na embaixada. Alguém com visto de trabalho (que imagino ser o caso do Renato) pode pedir visto permanente e eventual cidadania depois de alguns anos no paìs ou esse visto nao permite? Preciso da resposta pra um projeto da universidade, em que trarìamos treinadores brasileiros pra 3 franquias da Escolinha do Flamengo.
Volto pra ver a resposta, precisamos sò pra janeiro.
Beijos!
Rita disse…
Somnia,

seu comentário lá no Esstrada rendeu um post. Passa lá depois.

Bjs
Rita
Vivien Morgato : disse…
Somnia, vc já leu Sandman?;0) Fica a dica, se seu nome é Sonho e vc é artista, vai adorar essa graphic novel.
Obrigada pela visita, vim aqui conhecer seu espaço.
Fico imaginando como deve ser novo mudar para um país tão diverso do seu original e enfrentar uma lingua igualmente diferente.
Vou voltar aqui pra ver o que rola por ai.
Beijos.
Beth/Lilás disse…
Querida Brabuleta!
Olha, pra começar, fiquei doida por esta cadeira!
Tá muito über!
E se bobear vou fazer cópia aqui no Brasil, na minha casa, claro, e dizer que vi num blog de uma über artista na Suécia. hehehhe brincadeirinha!

Parabéns pelo seu empenho com o estudo e esta visualização para o que lhe é importante para viver neste país que escolheram. Realmente é muito chato e difícil viver, interagir com as pessoas do colégio do filho ou fazer amigos por aí, sem dar respeito à lingua deles. Penso o mesmo por aqui, fico p. da vida quando percebo um estrangeiro morando por aqui e nem ligando de aprender nosso idioma.

Ando meio atoladinha, assim que der vou ver estes dois lindos espaços que criaste. Hummmmm, gostou, pareço até uma gaúcha falando. hehe

beijão carioca
Somnia Carvalho disse…
Flor e Barbie,

que legal que gostaram!

mas Flor nao se sinta pressionada a colocar o link... como eu nao atualizo todo dia ou tao frequentemente pode ocupar seu blog com muita coisa... mas claro que eu fico toda feliz por vc sugerir isso! obrigada

Barbie me diz depois se gostou!
Somnia Carvalho disse…
Oi Milla!!!

obrigadissima mesmo!!! fico super feliz que gente boa que nem vcs possam gostar... assim da um baita icnentivo... ate comecei umas telas semana passada depois desse post... e dos comentarios
Somnia Carvalho disse…
Lolinha,

motiva sua maezinha a fazer o blog sim! meu! e tem cada template ma ra vi lho so! fala para ela entrar em:

templates para blogger no google...

bjs
Somnia Carvalho disse…
Rita!!!

entao! tomar cafe junto seria demais ne? pena que todas minhas amigas blogueiras moram fora de sao paulo meu! nem agora no brasil acho que da para encontrar!

eu vi seu post inspirado no comentario, ficou dez muito bom mesmo! mas eu li no mesmo dia e fiquei pra voltar e comentar e ate agora nada! vou la!!!! logo logo
Somnia Carvalho disse…
Mariel lindona,

sorry pela demora... bom acho que eu sei a resposta:

sim... por exemplo, depois de 5 anos morando aqui com esse visto de trabalho a gente ganha cidadania sueca e ai por osmose o passaporte europeu... isso quer dizer que a gente pode viver aqui sem precisar mais de um vinculo com uma empresa, entende?

eu por exemplo nao tenho vinculo de trabalho, mas o meu visto me permite trabalhar e se alguma empresa me contratar eu tambem posso permanecer no pais, mesmo que o renao por exemplo nao estivesse...

hum.... que mais? a gente tem a identidade sueca, nos tres... temos direito a tudo aqui e pagamos imposto como qualquer cidadao sueco... mas nem mesmo o angelo e sueco... ele nasceu aqui, mas e brasileiro nascido na suecia... precisa desses 5 anos para ter o visto permanente...

era isso que vc queria saber?manda mais que eu tento responder...

sorry por nao ir agora no seu canto to super correndo aqui
Somnia Carvalho disse…
Oi Vivien!

eu nao connheco, mas esta anotado!!! adoro dica de livro e filme!

entao... seja bem vinda sempre! eu vou voltar no seu tambem, foi mesmo so falta de tempo esses dias, mas gostei de la e me senti em casa tombem!
Somnia Carvalho disse…
Beth atoladinha! meu!!!! eu nao consigo agora nao pensar no seu nome e lembrar "to ficando atoladinha, to ficando atoladinha"

eita carioca!

obrigada... vc sempre me entende fofolete...

voce gostou da cadeira?????
eu amei! mas tem um lado trafico dessa historia: essa foto e de um ano atras e ela continua na mesma, simplesmente porque eu nao terminei o assento para minha amiga... ai que raiva de mim...

ela ta aqui, mas ainda termino!!!!!
Anônimo disse…
Mil anos depois... vim agradecer pela resposta!! rsrs Era isso mesmo, respondesse exatamente o que eu precisava! ;) A sueca no meu grupo escreveu no trabalho que uma vez desfeito o vinculo de trabalho, o estrangeiro precisaria deixar o paìs, mas eu estranhei, porque imagina alguém que tenha trabalhado 20 anos aqui, por exemplo? Nao pode ser "desconectado" de um paìs que também é um tanto seu. :) Vou corrigir là antes que o professor (americano, que saberia com certeza nos corrigir e diminuir a nota!) perceba! rsrs Beijao! Espero que tenhas aproveitado os feriados e logo eu volto pra ler os posts que perdì!!!

Postagens mais visitadas deste blog

"Ja, må hon leva!" Sim! Ela pode viver!

(Versão popular do parabéns a você sueco em festinha infantil tipicamente sueca) Molerada! Vocês quase não comentam, mas quando o fazem é para deixar recados chiquérrimos e inteligentes como esses aí do último post! Demais! Adorei as reflexões, saber como cada uma vive diferente suas diferentes fases! Responderei com o devido cuidado mais tarde... Tô podre e preciso ir para a cama porque Marinacota tomou vacina ontem e não dormiu nada a noite. Por ora queria deixar essa canção pela qual sou louca, uma versão do "Vie gratuliere", o parabéns a você sueco. Essa versão é bem mais popular (eu adorava cantá-la em nossas comemorações lá!) e a recebi pelo facebook de minha querida e adorável amiga Jéssica quem vive lá em Malmoeee city, minha antiga morada. Como boa canção popular sueca, esta também tem bebida no meio, porque se tem duas coisas as quais os suecos amam mais que bebida são: 1. fazer versão de música e 2. fazer versão de música colocando uma letra sobre bebida nel

Mãe qué é mãe mesmo...

(Picasso, Mãe e criança, 1921) Mãe qué é mãe mesmo... Já deu uma de cientista e foi até o quarto do bebê só para checar se ele respirava. Já despencou de sono em cima dele, feito uma galinha morta, enquanto amamentava. Já caminhou pela casa na ponta dos pés, como uma bailarina, só para não acordar o pimpolho. Mãe qué é mãe mesmo... Já perdeu a conta das mamadas e esqueceu qual o peito deveria dar. Já deu oi pro lindo rapaz que dormia ao seu lado e dormiu antes de continuar a conversa. Já adquiriu habilidades múltiplas como comer com uma mão só e fazer xixi com o bebê no colo. Mãe qué é mãe mesmo... Ama e odeia, ama e odeia. Às vezes chora e muitas vezes sorri. É ao mesmo tempo carrasca e heroína. Mãe... é uma garota crescida com uma boneca de verdade nos braços. Precisa de atenção e carinho tanto quanto seu brinquedo.

O que você vê nesta obra? "Língua com padrão suntuoso", de Adriana Varejão

("Língua com padrão suntuoso", Adriana Varejão, óleo sobre tela e alumínio, 200 x 170 x 57cm) Antes de começar este post só quero lhe pedir que não faça as buscas nos links apresentados, sobre a artista e sua obra, antes de concluir esta leitura e observar atentamente a obra. Combinado? ... Consegui, hoje, uma manhã cultural só para mim e fui visitar a 30a. Bienal de Arte de São Paulo , que estará aberta ao público até 09 de dezembro e tem entrada gratuita. Já preparei um post para falar sobre minhas impressões sobre a Bienal que, aos meus olhos, é "Poesia do cotidiano" e o publicarei na próxima semana. De quebra, passei pelo MAM (Museu de Arte Moderna), o qual fica ao lado do prédio da Bienal e da OCA (projetados por Oscar Niemeyer), passeio que apenas pela arquitetura já vale demais a pena - e tive mais uma daquelas experiências dificilmente explicáveis. Há algum tempo eu esperava para ver uma obra de Adriana Varejão ao vivo e nem imaginava que