31 outubro 2008

"Se o brilho das estrelas..."


Comecei a reler Clarice e às vezes tenho a sensação de que ela sou eu, é você, é aquele outro. De que ela já escreveu sobre quase tudo daquilo que todos nós sentimos e pensamos um dia...

Abaixo alguns trechos de "Perto do Coração Selvagem", o primeiro livro que li dela, há quinze anos atrás, e que continua atual e muito perto do meu coração selvagem...


"Se o brilho das estrelas dói em mim, se é possível essa comunicação distante, é que alguma coisa quase semelhante a uma estrela tremula dentro de mim." 

(...)

"Mal posso acreditar que tenho limites, que sou recortada e definida. Sinto-me espalhada no ar, pensando dentro das criaturas, vivendo nas coisas além de mim mesma."

(...)

"Também me surpreendo, os olhos abertos para o espelho pálido, de que haja tanta coisa em mim além do conhecido, tanta coisa sempre silenciosa."

(Clarice Lispector, Perto do Coração Selvagem)

2 comentários:

Iscadeleopondo disse...

que coisa, acabo de descobrir esse blog e gostei muito...
estou morrendo de vontade de ir para a suécia mas provavelmente não irei tão cedo (se um dia chegar a ir...)
gostei muito de saber que há alguém do brasil ai na suécia e que escreve sobre esse lugar que é maravilhoso para alguns e anormal para outros...

gostei muito de descobrir esse blog!!

Somnia Carvalho disse...

Olá Isca!
Curioso esse nome, mas não achei seu blog!

Tenho certeza que você iria achar muito curioso... depois de um tempo aqui a gente vai se acostumando, mas quando eu cheguei era tão tão diferente! eu parecia ter caído em outro planeta!

adorei saber que vc acompanha o blog! manda mais comentário aí!!! bjs