Pular para o conteúdo principal

Para você que esteve aqui comigo eu desejo...

(Ângelo "fazendo cavalinho" no pai, Rivera de São Lourenço, Brasil, janeiro de 2010)

Na primeira semana de janeiro eu estava lá com minha máquina fotográfica clicando os meus dois, de férias, com meu par de havaianas e as regatas, num calorzão danado, curtindo mais uns dias de sol e praia antes de voltar ao batente.

E, então, o circular verde com os letreiros que você vê acima invade minha foto. Foi naquele instante de segundo que eu pensei em cada um que visita este blog. Pensei até mesmo naqueles que eu não conheço. Juro! Imaginei que era a foto perfeita para eu desejar um super e feliz 2010 e: click!

Com algumas semanas de atraso, aqui vai a foto e meu desejo bem forte de que esse ano você consiga se livrar daquilo que não lhe deixa feliz ou realizada e realizado.

Que você se sinta capaz de dar um passo em direção de coisas que deixou para trás, mas das quais se arrependeu. Que nada lhe pareça impossível demais e que mesmo nos dias mais tristes dos meses que virão você consiga se agarrar às pequenas e realmente importantes coisas que têm.

Eu desejo, do fundo do meu coração, que você tenha poucas perdas e, se as tiver, que esteja crente de que de perdas a vida é feita e que isso lhe permita seguir em frente.

Eu desejo que você passe mais por aqui e que, se passar, se sinta a vontade para dar sua contribuição, se assim quiser. Que se sinta sempre bem vindo e que se lembre que, apesar de ter a voz, eu não tenho a razão, eu apenas tenho a minha razão e a partilho com você. E que escrevendo eu aprendo, aprendendo eu me conheço melhor e cresço.

Sendo assim, aproveito também para dizer obrigada pela companhia, pelo incentivo, pela leitura, pela troca com comentários, por ter me levado a escrever e partilhar um pouco do que vivo, sinto e penso. Isso, com certeza, foi de grande ajuda no ano que passou e assim espero continue sendo este ano.

Um grande beijo, bom dia e Feliz Ano Novo para você!

Comentários

Unknown disse…
Adorei a foto e seu texto.Muito bom mesmo!!!
Beijos! Da vavá irene
Eveline disse…
Oi Amiga, tudo?
Um maravilhoso 2010, para você e toda sua família. Que realmente seja um ano de muitas realizações.
Tem fotos que são únicas, essa ficou show, parabens.
Beijos
Cintia Thatcher disse…
Feliz ano novo para vc e sua família... Entro sempre, pq eu adooooro!!!
Felipe disse…
Olá Somnia,
Achei o seu blog no site Mundo Pequeno, e como você mora em Malmö talvez possa me responder algumas perguntas.
É que eu li recentemente (e vi uma reportagem pelo youtube) que a Suécia está enfrentando sérios problemas devido a grande imigração muçulmana e Malmö é a cidade sueca com a maior porcentagen desses imigrantes. Nessa matéria eu vi muita confusão com a polícia, escolas onde quase nenhum estudande era "realmente" sueco etc, eles falavam também que a famosa tolerância sueca estava quase se esgotando porque esses imigrantes não conseguiam trabalho e ainda causavam muita desordem. Então, você sente que os suecos (no caso os de Malmö) estão realmente evitando esses imigrantes e se tornando xenofóbicos? e se você, como brasileira, já passou por alguma situação de discriminação. Eu sei que essas perguntas devem ser um pouco clichês, mas é que eu realmente queria saber como anda a situação por aí.
Márcia disse…
Você não está atrasada, não. Não dizem que o ano novo só começa no Brasil depois do Carnaval? Você está adiantada!
Anônimo disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
iscadeleopondo disse…
catei parte desse post para postar no meu blog...

Espero que não se importe :)
bete Angelo disse…
Olá Somnia... meu nome é Elizabete, sou carioca e artesã. Simplesmente adoro seu blog, até consegui que meu marido que tem preguiça de ler, partilhasse comigo os momentos que me entrego a ler seu blog.
tenho muita vontade de conhecer o mundo e atraves do seu olhar (fotos) e palavras viajo um pouco pela sua Suecia. Desculpe escrever tanto. Não sei qual a sua religião e nem se você tem uma, mas saiba que você é muito abençoada. Beijos nos seus. Com carinho e admiração.
Somnia Carvalho disse…
Oi Irene fico realmente feliz que vc tenha gostado do texto! obrigada de coraconnn!
Somnia Carvalho disse…
Eveline, danada e sumida!

onde anda voce!??? conta!

beijos pra voce tambem
Somnia Carvalho disse…
Cíntia obrigada pelos votos! e apareça mais! apareça!
Somnia Carvalho disse…
Ola Felipe!

Obrigada pelo seu comentario. Adorei. E ja esta anotado e rascunhado um post para voce, respondendo a essas questões com calma ok?

pra ser muito suscinta: sim, o problema com os muculmanos tem crescido aqui e Malmo e sim uma cidade onde ha muitos deles emigrados.

O preconceito contra eles não e so dos suecos se e isso que vc pergunta. Todos se sentem no direito de achar que sao melhores que eles, inclusive os brasileiros.

De acordo com pesquisa, os suecos consideram apenas alguns grupos como estrangeiros, que seriam poloneses, muculamnos etc... normalmente quem vem em grupo muito grande, nao acham que brasileiros por exemplo o sejam... isso porque pra eles e importante quem tem o minimo de identificacao com a cultura sueca o que nao e o caso da muculamana... volto depois... volte vc tambem ok? e me deixa um retorno
Somnia Carvalho disse…
Marcinha,

to devendo um comentario la no seu espaco... na verdade quase escrevi um post aqui como conversa, mas nao consigo terminar... to enrolada.. .rs

beijos
Somnia Carvalho disse…
Hej Jarid, ta indo pro Brasil?

hummm entao se prepara para sofrer na volta.. .rs...

beijos e otima viagem
Somnia Carvalho disse…
Arthur querido,

claro que nao tem problema!!! eu ate entrei la e ficou bonito! parabens pelo seu blog tambem!!!
Somnia Carvalho disse…
Bete Angelo,

que demais saber que vc e artesa e que vem ate aqui...

ainda ontem eu tava aqui num trabalho manual... nao e demais Bete??? o que a gente sente ao fazer isso...??

olha, obrigada por me dizer que acompanha que gosta e que o maridao tambem o faz junto a voce... e de muito valor pra mim saber isso.

estou meio em falta com o blog, mas espero que aparecas sempre! e vou ate o seu espaco te visitar! loguinho! beijos

Postagens mais visitadas deste blog

"Ja, må hon leva!" Sim! Ela pode viver!

(Versão popular do parabéns a você sueco em festinha infantil tipicamente sueca) Molerada! Vocês quase não comentam, mas quando o fazem é para deixar recados chiquérrimos e inteligentes como esses aí do último post! Demais! Adorei as reflexões, saber como cada uma vive diferente suas diferentes fases! Responderei com o devido cuidado mais tarde... Tô podre e preciso ir para a cama porque Marinacota tomou vacina ontem e não dormiu nada a noite. Por ora queria deixar essa canção pela qual sou louca, uma versão do "Vie gratuliere", o parabéns a você sueco. Essa versão é bem mais popular (eu adorava cantá-la em nossas comemorações lá!) e a recebi pelo facebook de minha querida e adorável amiga Jéssica quem vive lá em Malmoeee city, minha antiga morada. Como boa canção popular sueca, esta também tem bebida no meio, porque se tem duas coisas as quais os suecos amam mais que bebida são: 1. fazer versão de música e 2. fazer versão de música colocando uma letra sobre bebida nel

Mãe qué é mãe mesmo...

(Picasso, Mãe e criança, 1921) Mãe qué é mãe mesmo... Já deu uma de cientista e foi até o quarto do bebê só para checar se ele respirava. Já despencou de sono em cima dele, feito uma galinha morta, enquanto amamentava. Já caminhou pela casa na ponta dos pés, como uma bailarina, só para não acordar o pimpolho. Mãe qué é mãe mesmo... Já perdeu a conta das mamadas e esqueceu qual o peito deveria dar. Já deu oi pro lindo rapaz que dormia ao seu lado e dormiu antes de continuar a conversa. Já adquiriu habilidades múltiplas como comer com uma mão só e fazer xixi com o bebê no colo. Mãe qué é mãe mesmo... Ama e odeia, ama e odeia. Às vezes chora e muitas vezes sorri. É ao mesmo tempo carrasca e heroína. Mãe... é uma garota crescida com uma boneca de verdade nos braços. Precisa de atenção e carinho tanto quanto seu brinquedo.

O que você vê nesta obra? "Língua com padrão suntuoso", de Adriana Varejão

("Língua com padrão suntuoso", Adriana Varejão, óleo sobre tela e alumínio, 200 x 170 x 57cm) Antes de começar este post só quero lhe pedir que não faça as buscas nos links apresentados, sobre a artista e sua obra, antes de concluir esta leitura e observar atentamente a obra. Combinado? ... Consegui, hoje, uma manhã cultural só para mim e fui visitar a 30a. Bienal de Arte de São Paulo , que estará aberta ao público até 09 de dezembro e tem entrada gratuita. Já preparei um post para falar sobre minhas impressões sobre a Bienal que, aos meus olhos, é "Poesia do cotidiano" e o publicarei na próxima semana. De quebra, passei pelo MAM (Museu de Arte Moderna), o qual fica ao lado do prédio da Bienal e da OCA (projetados por Oscar Niemeyer), passeio que apenas pela arquitetura já vale demais a pena - e tive mais uma daquelas experiências dificilmente explicáveis. Há algum tempo eu esperava para ver uma obra de Adriana Varejão ao vivo e nem imaginava que