Pular para o conteúdo principal

Dicas de como quebrar o gelo

(Ângelo pintando sua caixinha do jogo das regras da casa, Malmö, fevereiro de 2010)

Se você vive em terras geladas como as que estamos a viver aqui e se os seus dias estão brancos e deslizantes como os nossos, aqui algumas dicas de como quebrar ou derreter o gelo de fora e fazer a vida brilhar apesar das baixas temperaturas.

1.

Dedique-se a atividades intelectuais e artísticas. Elas ajudam a canalização de energia e proporcionam uma enorme sensação de prazer.

(... a arte opera milagres, Malmö, fevereiro de 2010)

2.
Junte os chegados para incendiar o barraco. Escolha as trilhas preferidas e deixa a disposição instrumentos desinibidores, como guitarra, bateria e microfone por exemplo.

(Acho que eu levo jeito..., Malmö, fevereiro de 2010)

(A banda a todo vapor, Thiago, Gigi, Ângelo e Renato brincando de guitar hero, Malmö, fevereiro de 2010)

(Pula e pula e pula que é bom para dormir melhor ainda no inverno, Ângelo e Gigi, Malmö, fevereiro de 2010)

3.
Em hipótese nenhuma tranque-se em casa sozinho. Arranje programas que caiam bem nas suas escolhas e saía para pisotear o gelo. Exposições de animais pré históricos cai bem como uma luva se estiver a fim de programa em família.

(Ângelo no museu Zoológico, Copenhaguem, fevereiro de 2010)


4.
Junte os amigos e cozinhem juntos. Uma tarde de bolos e chás é tiro e queda para espantar o mau humor do domingo de neve.


(saboreando os bolos que as mamães fizeram, Ângelo e Gigi, Malmö, fevereiro de 2010)

(Olha o Xissss, bolinho no domingo de tarde e papo mui feminino à mesa, Ângela, Xu e Liana, Malmö, fevereiro de 2010)


5.
Abrace e deixe-se ser abraçado. O corpo pode transmitir e receber energia positiva e negativa tão somente pela proximidade com outros corpos. Um abraço apertado e longo cura até crise e tpm feminina, dizem alguns médicos.


(Ângelo sendo agarrado pela filhinha da amiga tarada Liana, Malmö, fevereiro de 2010)

6.

Fotografe todos os ângulos que lhe apetecem para que nos dias de verão te lembres de nunca deixar de sair ao sol.

(O quintal de casa, onde churrascos foram feitos há milhares de meses atrás, Malmö, fevereiro de 2010)

Comentários

Lúcia Soares disse…
Delicinha de post! Muito bem feito.Ótimo que teve disposição. Adorei seu post abaixo, falando sobre seus sentimentos. É isso mesmo, a gente acaba se conhecendo muito bem. Vai dar tudo certo com sua gravidez, pode crer. Agora é esperar pra saber o sexo do bebê...Como já contei, nunca quis saber o sexo de nenhum dos meus 3 filhos...Foi uma linda surpresa a cada vez. Mas minhas intuições foram todas certas, dos 3. Coincidência ou não...
Bj
Xu disse…
É isso mesmo! Precisamos tirar proveito de todos os momentos "indoors" possíveis. Não que os "outdoors" sejam impossíveis... mas não dá pra ficar hoooooras nesses "menos graus" q tá la fora (rsrsrs).
Nosso chá das 4 foi espetacular! Precisamos repetir a dose muitas e muitas vezes.
Agora, só pra não perder o costume (rs), preciso acrescentar uma 7a dica... q nossa borboleta barrigudinha se esqueceu por um motivo óbvio: Vinho. Nestes momentos aconchegantes, abrir uma boa garrafa de tinto vai muuuito bem. :-D

Beijos
Adoro seu blog, sempre nos passa aconchego!
Muito boas as dicas e as fotos estão incríveis!!

beijos
Luciana disse…
Adorei as dicas, e mais ainda as fotos.
Eu não tenho problemas com o inverno por aqui, na verdade é a época que mais saio, e como (essa parte eu tenho que aprender a pular), mas são muitas festas, jantares, muita coisa se concentra nessa época do ano, de novembro a marco (marco já deveria ser primavera, né?!!! Mas por aqui está tudo coberto de neve ainda e já estamos quase em marco).
Taambém passeio mais, pois está tudo fresquinho, no verão eu meio que me obrigo a sair de casa, porque detesto o calor, mas a paisagem está linda, então saio, mas reclamo de vez em quando porque não gosto do excesso de sol, mas também como, aja churrasquinhos...

Beijo
Camila Hareide disse…
Excelente! Vou anotar todas as dicas... O Ángelo é um figurinha, cara de danado, e filiz que só ele.

beijo
Beth/Lilás disse…
Sonildes, meu bem!
É por isso que eu adoro temperaturas mais frias, podemos curtir tudo isso e numa boa!
Você lembrou bem quano diz para curtir o lado intelectual e artístico nesta época, pois num calorão como este aqui (hoje 40.5) não há atividade intelectual nenhuma, ficamos como parasitas, só buscando lugares frescos, praias, ar condicionado e dá uma moleeeeeza que só baiano e carioca podem dizer o que é. Coisa horrével!

Angelinho é o modelo mais perfeito para seus posts mesmo, muito lindo!
Amei o post!

bjs cariocas super quentes
Ana Flavia disse…
Que lindo! Esse post é poesia pura.Parabéns.
Somnia Carvalho disse…
Nossa Lucinha, acertou os tres!!! e vc nao quis saber antes?

eu nao aguento! se pudesse fazia logo o exame de sangue que fiz quando engravidei do angel pra saber nas 8 semanas...

mas eu acho desde o primeiro segundo que seja menina... eu adorarei os dois, mas acho que e menina
Somnia Carvalho disse…
Xu baby,

a barriguda ESQUECEU SE QUE EXISTE VINHO NA TERRA... juro!

e preciso que vcs me lembrem para eu comprar ou que tragam!!! e so repetir a dose! e com dose de vinho tambem! pra voces claro...

buaaaa
Somnia Carvalho disse…
Obrigada Barbie!!!

deixei um recado longo sobre seu aniver la no seu blog, tentei umas 4 vezes e nao foi...


parabens pelo seu aniver e pelo do blog tambem!
Somnia Carvalho disse…
Lulu, eu entendo perfeitamente

eu que tenho crianca saio o tempo inteirinho no verão e primavera... mas no inverno fica dificil...

a contar pelos 40 ou 50 minutos que levo para convencer o angelo a enfiar a roupa...

ontem eu entrei e sai de lugares e tive que por aquele monte de roupa, macacao, bota, tudo nele, com ele esperneando umas 6 vezes... nao e moleza...

mas pra vc casalsinho tranquilo deve mesmo ser otimo curtir tantas saidas...
Somnia Carvalho disse…
Ca,

pensei em vc quando escrevi as dicas... nao sei porque...

Postagens mais visitadas deste blog

"Ja, må hon leva!" Sim! Ela pode viver!

(Versão popular do parabéns a você sueco em festinha infantil tipicamente sueca) Molerada! Vocês quase não comentam, mas quando o fazem é para deixar recados chiquérrimos e inteligentes como esses aí do último post! Demais! Adorei as reflexões, saber como cada uma vive diferente suas diferentes fases! Responderei com o devido cuidado mais tarde... Tô podre e preciso ir para a cama porque Marinacota tomou vacina ontem e não dormiu nada a noite. Por ora queria deixar essa canção pela qual sou louca, uma versão do "Vie gratuliere", o parabéns a você sueco. Essa versão é bem mais popular (eu adorava cantá-la em nossas comemorações lá!) e a recebi pelo facebook de minha querida e adorável amiga Jéssica quem vive lá em Malmoeee city, minha antiga morada. Como boa canção popular sueca, esta também tem bebida no meio, porque se tem duas coisas as quais os suecos amam mais que bebida são: 1. fazer versão de música e 2. fazer versão de música colocando uma letra sobre bebida nel

Mãe qué é mãe mesmo...

(Picasso, Mãe e criança, 1921) Mãe qué é mãe mesmo... Já deu uma de cientista e foi até o quarto do bebê só para checar se ele respirava. Já despencou de sono em cima dele, feito uma galinha morta, enquanto amamentava. Já caminhou pela casa na ponta dos pés, como uma bailarina, só para não acordar o pimpolho. Mãe qué é mãe mesmo... Já perdeu a conta das mamadas e esqueceu qual o peito deveria dar. Já deu oi pro lindo rapaz que dormia ao seu lado e dormiu antes de continuar a conversa. Já adquiriu habilidades múltiplas como comer com uma mão só e fazer xixi com o bebê no colo. Mãe qué é mãe mesmo... Ama e odeia, ama e odeia. Às vezes chora e muitas vezes sorri. É ao mesmo tempo carrasca e heroína. Mãe... é uma garota crescida com uma boneca de verdade nos braços. Precisa de atenção e carinho tanto quanto seu brinquedo.

O que você vê nesta obra? "Língua com padrão suntuoso", de Adriana Varejão

("Língua com padrão suntuoso", Adriana Varejão, óleo sobre tela e alumínio, 200 x 170 x 57cm) Antes de começar este post só quero lhe pedir que não faça as buscas nos links apresentados, sobre a artista e sua obra, antes de concluir esta leitura e observar atentamente a obra. Combinado? ... Consegui, hoje, uma manhã cultural só para mim e fui visitar a 30a. Bienal de Arte de São Paulo , que estará aberta ao público até 09 de dezembro e tem entrada gratuita. Já preparei um post para falar sobre minhas impressões sobre a Bienal que, aos meus olhos, é "Poesia do cotidiano" e o publicarei na próxima semana. De quebra, passei pelo MAM (Museu de Arte Moderna), o qual fica ao lado do prédio da Bienal e da OCA (projetados por Oscar Niemeyer), passeio que apenas pela arquitetura já vale demais a pena - e tive mais uma daquelas experiências dificilmente explicáveis. Há algum tempo eu esperava para ver uma obra de Adriana Varejão ao vivo e nem imaginava que