22 dezembro 2007

É preciso sempre renascer para o que importa


(Sandra, Rê, Eu e Lê, numa das poucas fotos que temos todos juntos, janeiro de 2002)

Eu tenho uma irmã, a Sandra, e um irmão, o Alessandro, dois outros amores da minha vida.

Neste Natal será um dos quase únicos da minha que não estarei com eles.
Sentirei falta do almoço e de como a gente sempre começa a se lembrar de como éramos crianças.
De como meu pai era trapalhão, do Agnaldo Timóteo tocando no carro enquanto íamos para a praia...
Do Lê empolgado fazendo caras e bocas e da Sandra perdendo o fôlego de rir.

Sentiremos falta dos abraços apertados na virada da noite, enquanto ceiamos com a família do Rê...

Coisas assim é que eu considero importantes de se ter no Natal.
Gente que a gente ama.
Natal pra mim é sempre uma certeza de que a vida vale esses minutos que passamos com quem nos faz falta.
E é momento de avaliar se aproveitei mesmo a vida do jeito que deveria ser.

Mas, embora eu adore a idéia de estar aí, mesmo tanta distância não impede que eu me sinta totalmente conectada a eles. Assim como me sinto conectada a tantos de vocês.
E aqui com minha pequena e valiosa família, juntamente com a querida Dri, a gente irá celebrar o encontro.

O Lê, inclusive, me mandou um belo texto do Vinícius de Moraes, que eu queria dividir com vocês e com ele quero dizer "obrigada"!

Pela companhia neste ano que passou,
Por me deixarem falar e quererem ouvir,
Por celebrarem comigo as mudanças todas, ocorridas nos últimos meses,
Por me incentivarem a escrever cada dia mais,
Por estarem aí e eu poder desejar Feliz Natal!

E que amor e saúde encha a casa de todos nós!


(Nosso Ângelo de 2007)


Para isso somos feitos
(Vinicius de Moraes)


Para isso fomos feitos:

Para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos —

Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.

Assim será nossa vida:

Uma tarde sempre a esquecer
Uma estrela a se apagar na treva
Um caminho entre dois túmulos —

Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio.

Não há muito o que dizer:
Uma canção sobre um berço
Um verso, talvez de amor
Uma prece por quem se vai —
Mas que essa hora não esqueça
E por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.

Pois para isso fomos feitos:

Para a esperança no milagre
Para a participação da poesia
Para ver a face da morte —

De repente nunca mais esperaremos...
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
Nascemos, imensamente
.[/size]

4 comentários:

Sylvia disse...

Somnia,
Angelo está lindo de Papai Noel !
Feliz Natal para vocês .
Bjs
Sylvia

Somnia Carvalho disse...

Sylvia!

"We wish a merry christimans... and a happy new year"...

otimo natal para você e sua família!!!
foi um prazer tê-la comigo, mesmo que nesse sítio virtual...

disse...

Hej Somnia

"GOD JUL & GOTT NYTT ÅR"

"MERRY CHRISTMAS & HAPPY NEW YEAR"

Kram och puss :) :)

Somnia Carvalho disse...

Felicíssimo Natal para você tmbém Lú!!!

até tentei achar umas canções natalinas suecas para tocarmos aqui, mas o clima tá todo em inglês mesmo!!!

beijosss