Pular para o conteúdo principal

Brothers and sisters... Ângelo e Marina

(Na saída do hospital, com a roupa vermelha da sorte, dada pela tia Dri, S. Paulo, Marina, setembro de 2010)


A nova fase começou.
Estamos em casa desde terça-feira, depois da Marina ser liberada do banho de sol contra icterícia.
Ela é calma e serena. Nem sequer chora. Faz uns barulhinhos ou dá uns gritinhos solos se é hora de mamar ou de ser limpa.

Estou me recuperando dos inconvenientes do pós parto e tudo caminha muito, muito bem.

De tudo só tenho a agradecer, inclusive ao carinho de tantas de vocês aqui... Confesso que dá uma coisa tão boa toda vez que vejo no meu email algum recado novo no blog. O Borboleta continua a ser muito bom em minha vida. Só me falta agora sentar e escrever os posts que estão na cabeça...

Estou feliz que só! E de tudo, ver o amor do Ângelo pela irmã, o jeito como fala com ela e quer protegê-la é indescritível. Até agora o ciúme se revela em pequenos gestos, como querer que eu faça tudo para ele ou como ontem ao pedir que eu me deitasse com ele em sua cama a tarde para vê-lo dormir...

É um milagre bom demais ter os dois em casa, um falante, sorridente e a outra quietinha, cheia de olhares e um cheirinho hum... delicioso.

O mesmo sinto quando vejo o cuidado do Renato, o jeito como ele baba na sua pequena filhinha... uma partilha que não tem preço.

Isso tudo, somado ainda à alegria da família toda em poder tocá-la, são coisas que têm dado à volta ao Brasil um gosto diferente, uma paz que ainda não tinha experimentado desde que cheguei e me fez lembrar algumas das boas razões de termos decidido voltar.

A vida segue e devo dizer que segue bem boa...



(No aconchego do lar e no colo do meu irmão Anjo, S. Paulo, Marina e Ângelo, setembro de 2010)

(No bercinho que minha mãe e meu pai trouxeram para mim da Suécia querida deles, Marina, setembro de 2010)

(Dizem que sou a cara de um e a cara de outro, mas eu sou mesmo é a Marina, setembro de 2010)

(Qualquer semelhança não é mera coincidência: sou mesmo a cara do Angelinho, mas devo lembrar que eu sou única e sou a Marina, setembro de 2010)


(Qualquer semelhança não é mera coincidência: sou mesmo a cara Marina, mas eu era e sou o Ângelo, Ângelo, Malmö, julho de 2007)

Comentários

Tatiana disse…
Ai Sonia! Parabéns! Pela Marina e pela família!
Que delícia deve ser essa sensação. Estou louca para ter um bebê em casa também.

Beijos
Tati
Beth/Lilás disse…
Soninha,
ÊEEEÊ, que bom já está em casa com a família toda!
É mesmo! Ela é a cara do Angelinho ou vice-versa. Muito lindinha de vermelho, nossa!
Tô sentindo mesmo que você agora é que relaxou, botou o pé de verdade no Brasil e abraçou a todos, porque está feliz, dá pra sentir sua paz, serenidade e felicidade.
Desejo que seja assim daqui pra frente, que tudo entre nos eixos, que a família continue sendo seu porto seguro e que a Marina cresça, no mínimo, feliz como o Angelo. Esse garotinho que a todos encanta desde lá da Suécia.
Felicidades!
beijos cariocas
Somnia, fiquei com lágrimas nos olhos ao ler seu post! Que coisa mais linda os dois irmãos juntos! Eu tb tive menina e menino, só que aqui a menina é mais velha. E como são amigos! Nunca vi coisa igual! São mais do que irmãos, são amicíssimos. Pelo menos fiz algo de bom nessa vida! Que bom que está em paz e tudo caminhando bem com vc! Grande beijo e dá um cheirinho na Marina por mim?
Camila Hareide disse…
Sonildes, que meda dessas duas últimas fotas! Eles estão igualitos numa e noutra, se tu num tivesse escrito, eu ia achar que a última era a Marina, seguindo a sequencia... Que barato isso! E sei que é cedo, mas numa fota eu vi Renato, noutra você!

E viu, as coisas se acertam sozinhas. Acho que no fundo vc sofria mesmo era de ansiedade à espera da nenê. Agora que ela deu as caras, tudo cai em seu lugar, num é?

Em dezembro quando a gente for comer aquela pizza, ela já vai estar grandona! Vou levar um presente de alce ou rena, rsrsrs!

bj
Jux disse…
Borboletíssima!
Que cousa linda!
1000 vezes Bem vinda Marina e, que cousa mais iluminada é o Ângelitito com a maninha nos braços!
Aproveita tudo e mais um pouco, que esse tempo passa tão rápido, daqui uns dias a pequena está a ir a escolinha, de mãos dadas com o irmão!

Beijukkas!!!
Lu Souza Brito disse…
Gente, que fofura esses dois. Parabéns Somnia. Que a Marina permita esta readaptação a terra natal ainda mais rápido.
Muita muita luz, paz, amor e saude a todos vocês!!!!
Ivana disse…
Somninha de Deus! Quéqué isso, mulé?!!! Manda essa receita de fazer filho lindo! Juro, eu estou encantada!
A Marininha é linda e imagino mesmo como que ela deve ser cheirosinha, querida e doce. Que benção!
Somnia, curta bastante e com muita consciência esse momento único.
Fico aqui na espera de novos e emocionantes posts, cheios de peripécias da mais nova dupla dinâmica: Anjo e Mari-Mari!;)
Beijos!
Maariah disse…
Somnia, quanta felicidade! Muito bom. E os maninhos são muito parecidos, na última foto eu também achava que fosse a Marina. Sentimento de irmão é muito forte. Eu sou mais velha do que o mei irmão (4 anos) e sempre me recordo de ter um sentimento de protecção em relação a ele. Não me lembro de ter tido ciumes e até perguntei à minha mãe para confirmar. Sempre foi o meu menino a quem eu amava incodicionalmente. Acredito que com os seus filhotes vai ser igual.
Unknown disse…
Minha querida amiga,
Que alegria poder ouvir voce, ler seu blog e poder ver as fotos dos pequenos...assim dá pra matar um pouco a saudade que estamos de todos voces!!! Estou muito feliz por voces amiga. Ver o Angelo segurando a sua irmazinha cheio de delicadeza e protecao nao tem preco... ele esta lindo!!! A Marina é um anjinho mesmo.. linda, delicada, serena!! Azul da cor do mar....
Ela é bem parecida com o Angelo, claro, sairam da mesma forma né?! Nao tinha como nao ser..hehehe!!! Voces papais mais uma vez fizeram um ótimo trabalho..ehhehe!! parabens!!!! Diga ao Re que estamos com saudade dele tambem e que ele esta muito sumido!!!
Eu te amo e em breve estaremos ai pra dar um abraco apertado em todos voces!
Beijos e fiquem com Deus
Liana
Ana Flavia disse…
Linda, linda!
Que fofo o Angelo com a Marina no colo, Somnia. Eles sao mesmo a cara um do outro.
Muita felicidade a toda a familia
Françoise disse…
Ela está linda demais nestas fotos, uma boneca! E que gostoso ver os dois juntinhos. Fico imensamente feliz de saber que esta mais tranquila, sentindo-se em paz, na companhia da família. Aproveite!
Abracos apertados.
Anônimo disse…
Sonia,
a Marina eh muito linda, quando vi as fotos a primeira coisa que disse ao Jim: 'ah que cheirinho bom de vida, de novidade, de paz, de curiosidade tudo num pacotinho tao pequinininho, tao fragil, tao lindo...' aproveitem!!!
Love
Sandra Reynolds
Unknown disse…
Somnia,
A imagem dos seus filhos juntos diz mais do que qualquer palavra. Beijos,

Samanta (a esposa do ferracini!).
Unknown disse…
Somnia,
A imagem dos seus filhos juntos diz mais do que qualquer palavra. Beijos,

Samanta (a esposa do ferracini!).
Celia disse…
Ai que amor!!! Que lindo seus filhos. Posso imaginar a felicidade que vc está vivendo. Tudo de bom. Boa semana. :)
Eveline disse…
Oi amiga, tudo?
Que lindos!!!! Você está fazendo como minha mãe, minhas irmãs e eu somos muito parecidas, sempre diziam que para economizar ela tinha usado a mesma fôrma, hehehehe;
Parabens novamente e continue nos contemplandos com essas belas imagens,
Beijos
Lúcia Soares disse…
Sônia Sonmia, ela é ela, linda demais, um showzinho!
Ângelo é uma "coisa" de lindo, não tem como negar. E Marina será assim também.
Mas continuo achando-a "a cara" do Papai. rsrrs
Que bom estarem todos bem, na paz do Senhor.
Beijos em Angelinho, cheiros mil em Marina. Adoro cheirar o cangotinho das crianças, me conforta mais do que beijar.
Vou aí ver vocês! rsrrsr
Beijos, beijos!
Gente o mesmo cabelo dos dois! Lindos!! Seus filhotes são presentes de Deus. Desejo tudo de bom minha querida, vai dando notícias!! beijinhos

Postagens mais visitadas deste blog

"Ja, må hon leva!" Sim! Ela pode viver!

(Versão popular do parabéns a você sueco em festinha infantil tipicamente sueca) Molerada! Vocês quase não comentam, mas quando o fazem é para deixar recados chiquérrimos e inteligentes como esses aí do último post! Demais! Adorei as reflexões, saber como cada uma vive diferente suas diferentes fases! Responderei com o devido cuidado mais tarde... Tô podre e preciso ir para a cama porque Marinacota tomou vacina ontem e não dormiu nada a noite. Por ora queria deixar essa canção pela qual sou louca, uma versão do "Vie gratuliere", o parabéns a você sueco. Essa versão é bem mais popular (eu adorava cantá-la em nossas comemorações lá!) e a recebi pelo facebook de minha querida e adorável amiga Jéssica quem vive lá em Malmoeee city, minha antiga morada. Como boa canção popular sueca, esta também tem bebida no meio, porque se tem duas coisas as quais os suecos amam mais que bebida são: 1. fazer versão de música e 2. fazer versão de música colocando uma letra sobre bebida nel

Mãe qué é mãe mesmo...

(Picasso, Mãe e criança, 1921) Mãe qué é mãe mesmo... Já deu uma de cientista e foi até o quarto do bebê só para checar se ele respirava. Já despencou de sono em cima dele, feito uma galinha morta, enquanto amamentava. Já caminhou pela casa na ponta dos pés, como uma bailarina, só para não acordar o pimpolho. Mãe qué é mãe mesmo... Já perdeu a conta das mamadas e esqueceu qual o peito deveria dar. Já deu oi pro lindo rapaz que dormia ao seu lado e dormiu antes de continuar a conversa. Já adquiriu habilidades múltiplas como comer com uma mão só e fazer xixi com o bebê no colo. Mãe qué é mãe mesmo... Ama e odeia, ama e odeia. Às vezes chora e muitas vezes sorri. É ao mesmo tempo carrasca e heroína. Mãe... é uma garota crescida com uma boneca de verdade nos braços. Precisa de atenção e carinho tanto quanto seu brinquedo.

O que você vê nesta obra? "Língua com padrão suntuoso", de Adriana Varejão

("Língua com padrão suntuoso", Adriana Varejão, óleo sobre tela e alumínio, 200 x 170 x 57cm) Antes de começar este post só quero lhe pedir que não faça as buscas nos links apresentados, sobre a artista e sua obra, antes de concluir esta leitura e observar atentamente a obra. Combinado? ... Consegui, hoje, uma manhã cultural só para mim e fui visitar a 30a. Bienal de Arte de São Paulo , que estará aberta ao público até 09 de dezembro e tem entrada gratuita. Já preparei um post para falar sobre minhas impressões sobre a Bienal que, aos meus olhos, é "Poesia do cotidiano" e o publicarei na próxima semana. De quebra, passei pelo MAM (Museu de Arte Moderna), o qual fica ao lado do prédio da Bienal e da OCA (projetados por Oscar Niemeyer), passeio que apenas pela arquitetura já vale demais a pena - e tive mais uma daquelas experiências dificilmente explicáveis. Há algum tempo eu esperava para ver uma obra de Adriana Varejão ao vivo e nem imaginava que