24 janeiro 2008

O que os olhos vêem o coração muito sente

(Tela da artista plástica Eloísa Remédio)



O blog da minha amiga Daniela trazia esses dias uma breve reflexão sobre a função da cultura.
E eu rapidamente pensei que, para mim, cultura é coisa que se vive todo dia.
É algo que tem que estar em nós para fazer com que nos sintamos sintonizados com o Universo.

Tem dias que basta uma música, simples ou complexa, não importa...
Basta que eu tome alguns dos meus livros e veja alguns trechos que grifei há algum tempo...
Basta que eu olhe algumas pinturas,
ou fotografias de gente amada...

Num segundo meus olhos se enchem de beleza.
E a vontade de pintar um milhão de telas,
de compor dois milhões de músicas,
de dançar alguns trilhões de tangos,
e de viver prazerosa e intensamente
aquele momento de vida 
toma conta de mim.

Talvez seja para isso que sirva a cultura. Para fazer que a gente se lembre de viver.



Encher os olhos de pintura

Pintura,
 poesia colorida,
música silenciosa,
prece sorridente,
livro de uma página só.
 
Possibilidade de
interiorizar,
extravazar,
rir
ou chorar,
pensar e divagar.

É janela
de troca,
de diálogo,
de conhecimento.

É um mundo dentro de um quadro.



(Tela da artista plástica Isabelle Tuchband)

nota: Aqui telas que adoro olhar. Uma, de minha amiga Elô, com quem tive lições de muitas coisas, além de pintura. E outra, da artista Isabelle, das quais, infelizmente não tenho o título das obras para citar.

Um comentário:

gutier disse...

Belo trabalho de Isabelle Tuchband, tive a de vê-la hoje no canal Futura, ela é jovial, sensível e muito simpática.

JC Gutierrez

http://artemulticor.blogspot.com/
Desenhos e pinturas na Web.
http://multicor.vilabol.uol.com.br/pinturas.html