27 setembro 2007

"De todo un poco"


(Somnia Carvalho, "Que medo!")

Sempre ouvi dizer que amigos mesmo a gente sempre têm poucos para contar, mas nunca acreditei muito nisso.
Tive e tenho a sorte, a grande alegria de perder a conta dos amigos queridos, fiéis, sinceros e companheiros que coleciono até hoje...

Muitos amigos, muitos e bons amigos.

Voltar ao Brasil tem esse gostinho também... de saborear "de todo un poco" na amizade.


"AMIGOS"

(Oscar Wilde)

Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer,
mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim. Para isso, só sendo louco.
Quero-os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta.
Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice.
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos,
bobos e sérios,
crianças e velhos,
nunca me esquecerei de que "normalidade"
é uma ilusão imbecil e estéril.



(Cris Misteriosa, Faditas Maluquérrima e Responsável, Lu Louca e Mística, Virso Só-Risos, alguns dos muitos queridos amigos dos quais eu não tenho foto aqui pra por)

4 comentários:

Anônimo disse...

A vida sem amigos não tem a menor graca mesmo... com eles, aprendemos a confiar e desconfiar.
Muié, pelo pouco q te conheco, já dá pra saber q vc dá muito valor aos amigos... assim como eu. É, definitivamente fiz uma amiga "das boas" aqui na Suécia.
Tenho certeza q ainda vamos dar muitas risadas juntas... e quem sabe, sofrer juntas tb.

Beijo grande, da sua + nova amiga... Xu :-)

Somnia Carvalho disse...

Se a gente ver que vai sofrer é só mirar-se "no exemplo daquelas mulheres de Atenas..." rs...

Mafer disse...

Sonia,

assim como vc, ja morei fora, tenho filho nascido no exterior, deixei minha profissao para acompanhar carreira de marido, nao consegui dar conta de mestrado e doutorado como vc deu (tenho so algumas especializacoes). Ler seu blog e' um exercicio maravilhoso. Como boa cientista que e' coloca a fonte de suas informacoes, nos apresenta boa musica, otimos textos (como vc consegue isso e ainda dar conta de casa, filho e marido?), nos brinda com fotos maravilhosas e ainda se da ao luxo de pintar quadros otimos. Acho que eu estou com inveja de tudo isso. Tanta inveja que gostaria de comprar o quadro do inicio, intitulado "que medo". Esta a venda? Se estiver, E'MEU!! Parabens pelas suas conquistas, foram merecidas e justas. parabens pela familia linda que vc tem e mantem.

Fernanda

Somnia Carvalho disse...

Teco, fiquei sem palavras... ce sabe que elogio pequeno a gente esquece ne? elogio sincero de gente grande a gente não esquece nunca... vou lembrar disso. bjs