30 setembro 2007

Inativo por tempo determinado



Eu creio que nos próximos dias eu não terei muito tempo para escrever aqui.
Estarei tentando abraçar demoradamente minha família queridíssima e alguns amigos com quem eu cruzar.
Estarei defendendo uma tese que, na verdade, defendi por quatro anos e meio.
Estarei tentando comer meu pãozinho francês com queijo quente na padaria da esquina,
Estarei tentando matar a saudade...
na mesma plataforma onde o encontro se tornará outro momento de despedida,
como já sabia o Milton Nascimento...



ENCONTROS E DESPEDIDAS

(Milton Nascimento/Fernando Brant)


"Mande notícias do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço, venha me apertar
Tô chegando
Coisa que gosto é poder partir
Sem ter plano
Melhor ainda é poder voltar
Quando quero

Todos os dias é um vai e vem
A vida se repete na estação
Tem gente chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar

E assim
Chegar e partir
São só dois lados da mesma viagem
O trem que chega é o mesmo trem
Da partida
A hora do encontro é também
Despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar
É a vida desse meu lugar
É a vida"

Até daqui algumas semanas... Hasta la vista baby!

Nenhum comentário: