20 março 2008

"Se e somente se..."

(Registro do meu empenho em celebrar "minha existência", no centro de Copenhaguem esta terça-feira. Tirar foto de si mesma sempre sai horríver! e o Ângelo tava dormindo no carrinho)

Terça-feira, dia 18,  foi meu aniversário.
E eu só me dei conta da data, quando olhei o calendário enquanto tomava café da manhã.
E foi, então, que percebi que não tinha preparado absolutamente nada, necas de pitibiribas, para esse meu aniversário. Logo eu, que sou a rainha da polyanisse e do deslumbre! 
Comecei a pensar alguma possibilidade do meu dia não passar em branco, já que era dia de trabalho do Renato e ele não poderia fazer nada comigo até a noite. E daí tive uma idéia: passar o dia em Copenhaguem com Angelito! Eu adoro a cidade e não é longe! Faria um passeio e voltava no fim do dia! 
Mas, contrariando minhas próprias sugestões do celebrar sempre, comecei a pensar em todos os "ses" que jogavam um balde de água muito fria em minha empolgação:
.

(Registro do início da forte nevasca que  deixou tudo branquinho e durou a segunda-feira toda, do quintal da nova casa)


. Se não tivesse nevado o dia e a noite anterior todinhos e realmente a Primavera já estivesse dando o ar da graça...
. Se não tivesse marcando 0 grau no termômetro e a previsão fosse de sensação de -4...
. Se o Sr. Angelinho fosse um bebê que se comportasse em carrinho e não fizesse escândalos para passear
. Se eu tivesse minhas super amigas brasileiras sempre disponíveis e animadas daí ou pudesse ligar para alguém de última hora para ir comigo, eu me animaria mais...
. Se eu não tivesse que ir até a estação de carrinho, tomar trem e passar um frio danado, até seria mais legal...
. Se eu saísse, o pessoal do Brasil não teria como falar comigo e me desejar "Feliz Aniversário"...
. Se o trem não ficasse cheio na volta no horário de pico, seria mais fácil controlar lo bebecito...
. Se os suecos e o povo por aqui não tivesse mania de ter que programar tudinho, eu até poderia ligar para alguém de "úrtima hora"...
. Se fosse aniversário de 20 anos, tudo bem, mas já tô meio velha para essa coisa de ter que comemorar aniversário!...

E foram tantos "ses", tanta coisa que pensei que estava me dizendo que era melhor ficar em casa quietinha com Ângelo do que sair...

(Registro da felicidade do Ângelo ao ver a neve pela primeira vez no aeroporto de Frankfurt, na volta do Brasil, em início de março)

Ao mesmo tempo, sentia um comichão grande e uma vontade louuuca de fazer do meu aniversário algum evento que me mostrasse que, apesar de ser mãe e viver num país frio, eu ainda sou alguém importante na minha própria vida.
E comecei a pensar nas possibilidades... e eliminar os "ses"...

Olhei o céu completamente azul e a paisagem linda lá fora,
Chequei a previsão do tempo e dizia que iria fazer sol o dia todo,
Pensei uma lista de coisas que precisaria para o Ângelo e tentei prever o que precisaria etc.
Me lembrei de como ele a-do-ra ver gente e passear,
Me lembrei de um conselho dado há muitos anos atrás por uma especialista em psicologia da Unicamp: "não importa os outros, você merece um presente no dia do seu aniversário! Se dê um presente!"
Pensei que estou realizando, hoje, um de meus grandes sonhos que sempre foi viver na Europa e poder conhecer mais dos lugares, das pessoas e da cultura daqui...

Daí... pronto! Fui a Copenhaguem! Fomos!
Passei o dia lá com um dos presentes mais maravilhosos que a vida deu a mim e ao Re, e ele se mostrou um companheirinho muito comportado e fofo! Passeamos, conversamos com algumas mães e bebês dinamarqueses...
Foi trabalhoso sim! 
Tava muuuito frio sim!
Foi cansativo também, cheguei exausta!
Mas valeu muuuito a pena!



(Registro do maior, mais belo e mais duradouro arco-íris que já vi na vida, aqui em Malmö, no domingo, depois de muita neve na noite do sábado)

(Registro de algumas das coisas adoráveis da capital da Dinamarca: muita flor e muita gente comprando maços e maços de flores)

Me dei de presente cruzar a fronteira da Suécia com a Dinamarca e ficar olhando para o Mar Báltico, quase infinitamente azul.
Me dei de presente comer um crepe de chocolate, típico das ruas de Copenhaguem,
Me dei de presente passear por gente bonita, ou feia descolada, gente que não ficou em casa porque tava menos alguma coisa no termômetro,
Me dei de presente viver e celebrar o dia em que lá na pacata Pedrinhas Paulista minha querida mãe e meu querido pai me ganhavam de presente.
E foi lindo e delicioso sentir que eu consegui me pôr acima dos "ses" todos que o dia-a-dia me coloca.
E foi saboroso me lembrar e aplicar a regrinha que a professora de português ensinava sobre não lembro mais o que, mas cuja frase nunca me saiu da cabeça... só deixarei de fazer algo que tenho vontade "se e somente se" me for impossível.



(Registro de mais uma coisa deliciosa em Copenhaguem: as "bagueterias" chiques, gostosas e lotadas)

11 comentários:

Daniela disse...

Ei, parabéns!!!!!
Olha, mesmo estando longe e não te conhecendo pessoalmente, por alguma razão - talvez pela forma parecida de pensar - me sinto próxima a você!
Então, que este ano que se começa para você seja mais que especial, ok?

beijos

Dani
1daystand.blogspot.com

Anônimo disse...

Feliz Aniversario! (atrasado)
Happy Birthday!
Sorry about missing our big day...

Sandra R.

Dri disse...

Nossa...me deu saudade de passear com vc e o Angelinho por Copenhagen!
Tomara que os "ses" da minha vida não me impeçam de fazer isso de novo e logo.

Bjs,

Tia Dri.

Anônimo disse...

Sabe...
eu possuo uma nessecidade,nao sei se fisica ou mental, mas as vezes eu "PRECISO FICAR SOZINHO".
Me dei conta disso a pouco tempo quando vi uma comunidade no orkut com o mesmo nome, e entendi que muito do stress ou "irritação" do dia a dia era causada por não satisfazer essa nessecidade, q para mim, é básica.
Li "Se e somente se" e comecei a me lembar de momentos parecidos em minha vida(como um natal q vc e a Sandra sairam com amigos e
D. Maria e seu "Zé" foram na casa de parentes e eu fique... Só).
Mas sozinho nao é sinonimo de má compania, nao é? e atualmente reservo um tempo da minha semana para praticar o "Somente Eu".
Mas sozinho por opção não é o seu caso. Por isso nesse seu aniversário,desejo que esses momentos com vc mesma sejam sempre assim:alegres como se fossem por "opção ou necessidade".
Te amo, Feliz Aniversário.
Lê.

Myrna disse...

Oiê!!!!!!

Que saudadessssssssssss!!!!! Há muito tempo que não venho aqui, depois do roubo estou um pouco longe do mundinho virtual.
Mas já me atualizei!!!! rsrsrsrs
Angelito está cada dia mais fofuchooooo!!!!
Muitos beijinhos!!!

Myrna e Ana

Somnia Carvalho disse...

Dani, a recíproca, querida, também é verdadeira!!!

Somnia Carvalho disse...

Sandra, obrigada pelos parabéns! mas quem tá precisando ganhar um abração e muitos parabéns e você!, portanto, me manda foto atualizada do Lucas, please!

Somnia Carvalho disse...

Dri, vem! mas vem na nossa Prima, a Vera, que ela vai te receber ainda mais calarosamente que o nosso primo, o In...verno.

Somnia Carvalho disse...

Meu querido irmão Lê,

É a primeira vez que tenho um recado seu aqui... Ganhei uma homenagem linda da Sandra e essa sua!

E praticar o "somente eu" é algo incrível que você está fazendo por você, eu tenho certeza!. Isso porque, no fundo, mesmo sendo casados, sendo filhos, irmãos, ou pais a gente é - está - sozinho.

Por mais que todos nos amem imensamente só nós podemos estar conosco mesmos o tempo todo e a vida toda... então, eu acredito que tudo o que a gente consiga fazer em bem próprio é prova do amor que sentimos pelos que estão com a gente... porque nos damos a chance de ficar menos estressados, como você falou, de ficar mais amorosos e amá-los mais...

Te amo meu irmão!

Somnia Carvalho disse...

Myrna e Ana, sempre um prazer ter vocês aqui!!!

tá perto não tá?

Anônimo disse...

boa tarde...nossa meu filho mora na Suecia...eu adoraria visila-to..mais é muito gasto pra min e pra ele a vida lá e´cara tamben eu entendo...falo com ele por telefone ou net..mai sja esat bom assim...ele reclama !! é muito só eu falo pra ele sair pra se distrair um pouco..mais Deus vai ajudar e vai clocar uma pessoa maravilhosa na vida delae se Deus quiser...amooo tds vcs do blog...bjozz Adna