14 junho 2013

No meio do caminho havia uns milhares de jovens...


("Apesar de você", Chico Buarque)

Eu que vago pela Marginal Pinheiros num trem lotado às seis da tarde,
Eu que vago pelo trem lotado sentindo o cheiro fétido de esgoto no rio da minha cidade,
Eu que vago pela cidade fétida vendo os filhos da miséria,
Eu que vejo os filhos da miséria num descaso com a vida de outros tantos,
Eu que vejo outros tantos fingindo-se de cegos e empurrando a semana para viver num feriado,
Eu que num feriado encaro o trânsito intragável da cidade que cresce sem nenhum controle e administração,
Eu que sem nenhum controle tenho ódio de viver onde vivo ,
Eu que com ódio de onde vivo achei que não havia mais esperança,
Eu que sem esperança voltei os olhos ao noticiário e aos milhares de jovens nas ruas de minha cidade fétida, cheia de trânsito, violenta e miserável,
Eu que miserável vivia me perguntando se as pessoas a minha volta estavam mortas de tão acostumadas,
Eu que acostumada a não ver reação com os milhões de reais roubados por políticos corruptos há anos e anos e anos no meu país de quem eu já não mais me orgulhava e onde também havia de novo me acostumado a viver quase quieta,
Acordei hoje com um sorriso esperançoso e agradecido.


No meio do caminho dos policiais paulistanos e dos governantes mascarados havia uns milhares de jovens, um coro de vozes, umas bandeiras e um não engasgado saindo sem querer mais ser calado.

Não! Nem mais 20 centavos é o que parecem estar dizendo... porque, afinal de contas, apesar de vocês e de ter parecido até então nós não somos palhaços!

Obrigado por isso tudo pessoal!




6 comentários:

Anônimo disse...

Excelente.
Beijos.
Marinêz

Beth/Lilás disse...

Quisera eu estar com eles também!
Está chegando a hora do gigante adormecido acordar e o ruído será imenso e incomodativo, mas,necessário.
Quando os que estão no poder roubam descaradamente dizem que estão ajustando, quando é a população é violência.
um beijo carioca


Camila Hareide disse...

Sonildes, sua linda! eu sumi mas tô na área - cheia de indignação, mas tô na área... beijaço

Somnia Carvalho disse...

Pois é amiga!!! é muito estranho como pode acontecer tudo de repente! parecia um gigante adormecido o povo...

e o que temos que tomar cuidado é que é facil que adormeçamos de novo...

Somnia Carvalho disse...

Obrigada querida Marinez!

O mais louco é que ouvi agora a tarde as opinioes mais arcaicas, mais repugnantes sobre o mesmo assunto que a gente acha que faz sentido... é louco como as pessoas acham que o mundo vai bem mesmo que for uma lama desde que elas cheguem para a novela das 8 em casa...

Somnia Carvalho disse...

Camilitas, tamo na área, apesar de sumidas! rs...

eu tô sempre com você!

vai na suécia me visitar semana que vem! rs...