Pular para o conteúdo principal

O que você deseja criar para si mesmo em 2013?


("Halleluja", Ebba Forsberg)

Voltei de viagem de fim de ano ontem a tarde. Dias no sol de uma praia abençoada. Encontros gostosos e calorosos com família e amigos queridos no Natal e Ano Novo. Meu fim de ano foi uma alegria imensa e hoje estou aqui começando 2013 de fato.

Começo o dia ouvindo Hallelluja, de Jeff Buckley, em várias versões suecas só para ouvir o idioma que gosto tanto e, meio que, de uma forma louca, sempre ajuda a recuperar quem sou. 

Faço uma lista gigante, separadas por "Fazer", "Consertar", "Comprar", "Reformar", "Organizar". São uma centena de coisas que "carreguei" do ano que acabou sem ter conseguido dar conta. Faço a listinha, sentindo uma energia deliciosa em viver este ano. Ouço a música meio que agradecendo meu 2012 e aí a vontade enorme de vir até aqui pra te dizer umas coisinhas:

Eu espero que seu Ano Novo não seja apenas o recomeço de um novo período, mas seja de fato o começo de algo antes não experimentado. Uma ideia, uma atitude, uma palavra... E que você ouse fazer as mesmas coisas que fazia, mas com as quais não via resultado bom suficiente, de uma forma totalmente nova. 

Eu espero que você tenha energia para fazer este começo e não acabe sendo derrotado por si mesmo e queira apenas recomeçar a fazer tudo de novo como sempre foi. 

Eu desejo, de todo coração, que você consiga estar agradecido e agradecida pelo que conseguiu no ano que passou e que se lembre de incluir os abraços, os dias regando suas plantas, as visitas feitas
àquela tia velha, a comida preparada com carinho por sua mãezinha, o sorriso espontâneo de seu pai vivido.

Eu desejo que você crie para si mesmo uma possibilidade de ser um outro você mesmo para este ano, como   por exemplo "crio a possibilidade de ser livre", "feliz", "comprometido", "ousado", "carinhoso", "comunicativo" e siga perseverante para colocar esta possibilidade em prática. 

Eu desejo que você tenha manhãs maravilhosas e felizez, apesar de ter uma rotina para cumprir no dia. E que a rotina não se repita se não tiver feliz cumprindo-a.

Eu desejo que você não se esqueça de pensar em si mesmo como um órgão de um corpo maior e que tenha  compaixão pelos outros membros deste corpo. Que consiga tirar deste ano energia para cuidar de gente que precise muito mais que você de quase tudo e teve muito pouco a agradecer pelo ano que passou.

Eu desejo que você sinta meu abraço apertado aí e quero de novo te agradecer por ter estado do outro lado e ser sempre este espaço onde eu venho me buscar, onde venho lembrar quem sou, onde tenho vontade de criar para mim sempre uma forma de agradecer, planejar e realizar meus sonhos, onde posso fingir que estou ao seu lado e me digo coisas que quero ouvir e pôr em prática.

Um Excelente 2013!!! E não se esqueça que uma vida sem problema não existe, mas uma vida em que os problemas sugam toda sua energia e felicidade aí sim já não é de fato uma vida sendo vivida.

Da sempre brega e apaixonada, Somnia que agora adoraria ouvir sua declaração para 2013.

O que você quer criar para si mesmo em 2013?

Comentários

Myrna disse…
Você sempre com palavras inspiradoras...eu quero fazer TUDO o que não fiz em 2012, quero ACREDITAR mais na vida, nos momentos, nos sonhos, quero realizar sonhos e ter novos sonhos, esse ano quero fazer algo diferente, quero dar mais de mim ao próximo, fazer um trabalho voluntário por exemplo...não sei, sonhos, sonhos, sonhos...quero ser a melhor mãe possível, melhor esposa....quero ver mais meu paizão, meus amigos, meus irmãos, a lista é interminável né, deve ser o espírito de Ano Novo haahahaha
Mas acima de tudo quero que VOCÊ realize tudo o que desejar, pois se quem me rodeia é feliz eu também sou!
Que Deus abençoe você e sua família nesse novo ano!
Grande beijo
Myrna
Somnia Carvalho disse…
Myrna e muito bom ter voce de volta nos comentarios por aqui! e foi um ganho de 2012 te achar no face! Eu vejo sonhos como metas e se a gente nao sonha nao se move, nao sai do lugar nao e? e como voce tambem quero muito fazer mais pelo meu mundo! beijosss
Ricardo Perez disse…
Eu crio para mim a possibilidade de ser ousado (para fazer tudo o que morro de vontade e muitas vezes reprimo por medo do novo ou do que pode vir com esta decisão. Preciso destas novidades e irei atrás delas este ano). Também quero criar a possibilidade de ser realizador (para pôr em prática alguns sonhos antigos e que me fariam feliz. Este será o tempo de fazer e quero ter forças para ir à luta mais do que tudo).

Por fim, e porque te amo muito, deixo o poema do Ricardo Reis/Fernando Pessoa de que mais gosto:
"Para ser grande, sê inteiro
Nada teu exagera ou exclui
Sê todo em cada cousa
Põe p quanto és no mínimo que fazes
Assim em cada lago a lua toda brilha
Porque alta vive"

Feliz 2013! Com todo amor deste mundo,
Rico
Beth/Lilás disse…
Querida Soninha,
Que lindos seus votos, eu li tudinho e fiquei aqui pensando que quero tudo isso para meu novo ano, embora não seja capaz de fazer listas, sigo sempre a intuição e os clamores dos dias. Mas, um dos seus parágrafos foi o que realmente desejo este ano - "Eu desejo que você não se esqueça de pensar em si mesmo como um órgão de um corpo maior e que tenha compaixão pelos outros membros deste corpo. Que consiga tirar deste ano energia para cuidar de gente que precise muito mais que você de quase tudo e teve muito pouco a agradecer pelo ano que passou."

Bem, é isso que mais quero nesta vida, poder ajudar a quem precisa, ver pessoas felizes e realizadas, dar o melhor do que tenho, pois esta é a melhor parte de viver, quando a gente vê o sorriso na cara do outro.

Que seu novo ano seja cheio de bençãos e muitas realizações! Tudo de bão amiga brega e chic!
beijos cariocas


Somnia Carvalho disse…
aiiiiiiiii que lindo o Ricardo Reis! Este era um trecho que eu sempre escrevia a mao e pregava na geladeira, no mural, onde estivesse. Fiz isso por anos!

Rics, estou aqui para lhe ajudar a ser esta possibilidade! e desejo que voce nao se desanime em se-la!
Sonia querida, que inspiradora a sua mensagem!
E inspiradores os comentários!
Sempre aprendo ao visitar seu Blog incrível.
Muito obrigada por essa oportunidade!
Se isso é brega quero ser isso quando crescer...
Vou citar suas palavras no face , assim posso me lembar e inspirar a todo momento!
Beijos para um Ano que promete!!!
green plant disse…
Somnia,
Feliz 2013 para você também!!!
Tack så mycket!!!

Neusa, Fpolis/SC
Lúcia Soares disse…
Você deve saber bem que quero muita coisa e nada faço para conseguir...Mas desejo que você realize tudo o que sonhar. É bem verdade o que sua amiga acima disse, que somos felizes ao ver os que amamos felizes. Para mim, essa é a realidade atual. Cansei-me de buscar. Quero que venha ao meu encontro.
Feliz 2013, junto aos seus.
Julia Cabral disse…
Antes de mais nada quero te reconhecer por escrever tão bem, de forma inspiradora e profunda, mas numa linguagem tão simples. Eu crio para mim um 2013 de sinceridade, amor, esperança e ousado. E acima de tudo quero ser fonte de inspiração a todos ao meu redor.

Postagens mais visitadas deste blog

"Ja, må hon leva!" Sim! Ela pode viver!

(Versão popular do parabéns a você sueco em festinha infantil tipicamente sueca) Molerada! Vocês quase não comentam, mas quando o fazem é para deixar recados chiquérrimos e inteligentes como esses aí do último post! Demais! Adorei as reflexões, saber como cada uma vive diferente suas diferentes fases! Responderei com o devido cuidado mais tarde... Tô podre e preciso ir para a cama porque Marinacota tomou vacina ontem e não dormiu nada a noite. Por ora queria deixar essa canção pela qual sou louca, uma versão do "Vie gratuliere", o parabéns a você sueco. Essa versão é bem mais popular (eu adorava cantá-la em nossas comemorações lá!) e a recebi pelo facebook de minha querida e adorável amiga Jéssica quem vive lá em Malmoeee city, minha antiga morada. Como boa canção popular sueca, esta também tem bebida no meio, porque se tem duas coisas as quais os suecos amam mais que bebida são: 1. fazer versão de música e 2. fazer versão de música colocando uma letra sobre bebida nel

Mãe qué é mãe mesmo...

(Picasso, Mãe e criança, 1921) Mãe qué é mãe mesmo... Já deu uma de cientista e foi até o quarto do bebê só para checar se ele respirava. Já despencou de sono em cima dele, feito uma galinha morta, enquanto amamentava. Já caminhou pela casa na ponta dos pés, como uma bailarina, só para não acordar o pimpolho. Mãe qué é mãe mesmo... Já perdeu a conta das mamadas e esqueceu qual o peito deveria dar. Já deu oi pro lindo rapaz que dormia ao seu lado e dormiu antes de continuar a conversa. Já adquiriu habilidades múltiplas como comer com uma mão só e fazer xixi com o bebê no colo. Mãe qué é mãe mesmo... Ama e odeia, ama e odeia. Às vezes chora e muitas vezes sorri. É ao mesmo tempo carrasca e heroína. Mãe... é uma garota crescida com uma boneca de verdade nos braços. Precisa de atenção e carinho tanto quanto seu brinquedo.

O que você vê nesta obra? "Língua com padrão suntuoso", de Adriana Varejão

("Língua com padrão suntuoso", Adriana Varejão, óleo sobre tela e alumínio, 200 x 170 x 57cm) Antes de começar este post só quero lhe pedir que não faça as buscas nos links apresentados, sobre a artista e sua obra, antes de concluir esta leitura e observar atentamente a obra. Combinado? ... Consegui, hoje, uma manhã cultural só para mim e fui visitar a 30a. Bienal de Arte de São Paulo , que estará aberta ao público até 09 de dezembro e tem entrada gratuita. Já preparei um post para falar sobre minhas impressões sobre a Bienal que, aos meus olhos, é "Poesia do cotidiano" e o publicarei na próxima semana. De quebra, passei pelo MAM (Museu de Arte Moderna), o qual fica ao lado do prédio da Bienal e da OCA (projetados por Oscar Niemeyer), passeio que apenas pela arquitetura já vale demais a pena - e tive mais uma daquelas experiências dificilmente explicáveis. Há algum tempo eu esperava para ver uma obra de Adriana Varejão ao vivo e nem imaginava que