30 junho 2007

Eu e minhas borboletinhas



Morar fora do Brasil, deixando para trás minha família tãooo querida, os amigos super presentes, minha casa, a vida, de alguma maneira, especialzinha que eu tinha, só faz sentido porque não estou sozinha aqui: há mais de dez anos juntos e cinco de casados, eu e Renato achavámos que passar a vida toda num único canto do mundo seria pouco demais para nossa existência... E a vida é cheia de saudade, mas também de momentos inesquecíveis. Ah... e a gente não veio só. Em breve a família aqui fica mais completa: teremos um Ângelo que deve chegar em poucos dias. E vejam que a gente não vê a hora...

2 comentários:

Dri Cechetti disse...

Que lindo e poético o seu blog. Acho q vai ser mais um jeito de parecer que apesar de longe, vc continua borboletando por perto da gente. Bjs da tia, cunhada e sua fã. Dri.

Somnia Carvalho disse...

Tia Dri queridona, acho que o que me moveu foi o mesmo: vontade de me sentir mais perto de voces!!!
Mas eu não sei até onde levarei, não sou muuuito persistente com esses negócios! Mas por enquanto tá legal! beijos